Uma mulher de cerca de 50 anos de idade foi, no dia 25 de abril, obrigada a entrar numa viatura por dois encapuzados e foi abandonada, mais tarde, na rua da CEE em Santiago de Bougado.

Tudo terá acontecido cerca das 10 horas da manhã de quinta-.feira, na Avenida D. Diogo Mourato, junto à Igreja Matriz de Santiago de Bougado, quando dois encapuzados, que se faziam transportar numa carro alegadamente preto obrigaram a mulher, residente em Santiago de Bougado, a entrar nele. Ter-lhe-ão tapado os olhos e a boca e ameaçaram-na. Depois ter-lhe-ão colocado um objeto não identificado à volta do pescoço, apertando-o com força de forma a aterrorizar a vítima.

Os indivíduos, pelo menos dois, roubaram um pequeno porta-moedas que continha pouco mais de cinco euros.

Depois de ameaçarem a vítima atiraram-na ao rio Trofa, junto à ponte da Corredoura, na estrada da CEE em Santiago de Bougado. A mulher acabou por conseguir, sem ajuda, sair do rio e foi a pé até casa onde à chegada foi ajudada pelos vizinhos.

Nas imediações da Igreja de Santiago de Bougado ninguém se terá apercebido do sequestro.

As autoridades estão a investigar este caso.