Isaura Cunha faleceu este sábado, aparentemente por causas naturais, no interior de um dos aviários da Savinor, em S. Romão do Coronado, tendo deixado sete filhos, quatro deles menores.

 Uma mulher de 39 anos de idade foi encontrada, sem vida, este sábado, no interior dos aviários da Savinor, S. Romão do Coronado, concelho da Trofa, tendo aparentemente falecido por causas naturais.

O alerta foi dada por uma colega, pelas 11 horas, que encontrou Isaura Maria Teixeira da Cunha deitada de barriga para cima no interior de um dos aviários da empresa.

De imediato a colega terá chamado os Bombeiros Voluntários da Trofa que, juntamente com o INEM, confirmaram o óbito, pelas 11h30. A GNR tomou conta da ocorrência, encaminhando, posteriormente, o cadáver para o Gabinete Médico Legal de Guimarães onde se realizou a autópsia.

Residente na Rua do Cabrito, lugar do Sexinho, na estrutura da Savinor, Isaura Cunha deixa sete filhos, quatro dos quais menores, com 7, 8, 10 e 11 anos de idade. As crianças, que viviam com a mãe, ficaram com alguns familiares e estão a ser acompanhados pela CPCJ da Trofa e Segurança Social.