Um dos ícones da história e também da identidade da Trofa que estupidamente foi arrasado com as desculpas tradicionais de que era preciso haver o dito progresso: referência para a Ponte Pênsil, onde, próximo do final do ano de 1897, iria ocorrer uma manifestação popular.

Os rios sempre foram fronteiras naturais e nas fronteiras costumam haver portagens e algumas delas são a pagar enquanto outras são meros pontos de controlo de mercadorias e pessoas.

Esta crónica só pode ser lida integralmente na edição impressa do jornal ou através da edição disponível para assinaturas online. Mais informações aqui