Select Page

Memórias e Histórias da Trofa: Capela de Nossa Senhora da Livração

Memórias e Histórias da Trofa: Capela de Nossa Senhora da Livração

Quando circulamos na nacional 14, no lugar de Lantemil, na freguesia de S. Tiago de Bougado, pouco depois de passar a capela de Santa Luzia surge ao lado direito a Capela de Nossa Senhora da Livração.
Venerada em muitos localidades do nosso país, a Capela de Nossa Senhora da Livração, foi construída às expensas do Conde de S. Bento, um benemérito que se destaca as suas obras para apoio da comunidade como o Hospital de S. Bento, Capela de Nossa Senhora das Dores etc.
Decorria o ano de 1895 e escreveu-se na imprensa com alguma antecedência a noticiar a realização da bênção e da consequente festa1. Seria algo muito aguardado pela comunidade católica do Vale de Bougado.
O dia de 9 de fevereiro de 1895 é o dia da bênção da Capela com o Reverendo Abade António Joaquim da Costa Cruz a presidir à cerimónia que se realizou segundo o ritual Romano e após o término desta cerimónia, estrelaram no céu uma grande quantidade de foguetes e no decorrer do dia atuou uma banda de música e ao final da noite ocorreram mais lançamentos de foguetes.
O único benemérito não foi o Conde S. Bento, com Domingues da Costa Ferreira, a ofertar um sino para a capela.
Uma enorme festa decorreu que se estendeu até ao dia 10 de fevereiro com um grande número de fieis à assistir às cerimónias religiosas apesar de chover de forma permanente, contudo, a fé da multidão era superior ao mau tempo.
O Padre de S. Martinho de Bougado, José António Costa cantou missa, enquanto um outro pároco de Ribeirão foi mestre de sermões e por fim o Padre de Guidões, Manuel Domingues de Sousa Maia celebrou o evangelho.
S. Tiago de Bougado viveu dois dias de festa, contudo, a nova capela apresentava erros de construção que fazia com chovesse no seu interior, como também as madeiras escolhidas para a construção das portas tinham sido trocadas e a madeira usada não era a escolhida. Sobre a questão de chover na capela, o jornalista relatou que chovia tanto dentro como fora2.
Depois no século XX, na sua última década a Capela ia sofrer as obras de ampliação que lhe deram a sua configuração atual.

1“Benção da Capela e festividades”, Jornal de Santo Tirso Fevereiro 7, 1895.
2“S. Tiago de Bougado”, Jornal de Santo Tirso Fevereiro 14, 1895.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização