Os guarda-chuvas e as tampas de garrafas são exemplos de objectos que deixarão de poder "assistir" aos Jogos do Trofense na Liga Sagres. O alerta foi dado pelo  comandante do Destacamento Territorial da GNR de Santo Tirso, Capitão Rui Silva, que pretende evitar incidentes dentro e fora do estádio.

capitao-rui-silva-(14).jpgA subida do Clube Desportivo Trofense à Liga Sagres pede medidas de segurança reforçadas. A GNR diz não ter "qualquer registo de incidentes com os adeptos da Trofa", contudo o comandante do Destacamento Territorial da GNR de Santo Tirso, capitão Rui Silva já tomou medidas para que "a festa corra da melhor forma e que não haja qualquer  tipo de incidentes".

Dentro do estádio "vamos ser muito restritos nos objectos permitidos e faço um apelo à população da Trofa, porque se no ano passado já eramos restritos em relação a objectos que pudessem prevenir a chuva, como os guarda-chuvas, este ano vamos ser muito restritos, não vamos possibilitar a entrada de qualquer guarda-chuva. Este apelo serve para que os trofenses estejam alertados desse facto e que acautelem outro tipo de abrigos como uma gabardine ou um casaco para se poderem proteger e desfrutar o jogo da melhor forma. Em relação às garrafas, nós vamos ter o cuidado de retirar as tampas, se os adeptos retirarem as tampas antes irão facilitar o nosso trabalho", afirmou.

Para além da GNR no recinto, a partir de agora estarão também os Assistentes de Recintos Desportivos – ARD. "Isto serve para que não seja beliscada nem  a imagem da Trofa e a imagem do clube, devido a um caso isolado de um adepto  que não se sinta bem com alguma medida de um árbitro ou de alguma equipa. Espero que aconteçam bons espectáculos e que não haja qualquer incidente dentro e nas imediações do estádio", explicou Rui Silva.

O acesso ao estádio vai estar condicionado em dias de jogos.  Segundo o capitão da GNR "vai ser acautelada uma equipa que irá regularizar o trânsito e irá condicionar os principais acessos ao estádio". No entanto deixou um apelo aos adeptos da Trofa: "Uma vez que conhecem a cidade, quando se deslocarem para o estádio façam-no a pé ou deixem a viatura o mais longe possível por forma a não congestionar o trânsito. Uma vez que o estádio do trofense está junto a uma nacional onde o fluxo de trânsito é bastante avolumado e que ao domingo, fruto até das próprias famílias que depois do almoço vão passear vão congestionar ainda mais o trânsito. Mas se os adeptos pudessem deslocar-se a pé facilitariam muito o nosso trabalho".

Rui Silva não deixou de enaltecer o civismo e o comportamento da população trofense, felicitando também "todos os sócios e adeptos e o clube pela ascensão à principal liga de futebol".

Isabel Moreira Pereira/Vera Araújo