A primeira maratona intercidades pretendia reunir 4000 participantes, mas as expectativas saíram furadas, já que os três concelhos – Trofa, Santo Tirso e Paços de Ferreira – não conseguiram juntar mais de 700 inscrições, segundo dados da organização.

 A ideia era boa: uma maratona de BTT, com três pontos de partida e três pontos de chegada, em três concelhos vizinhos, mas a pouca adesão e alguma falta de coordenação e organização sentida pelos participantes contribuíram para que a iniciativa ficasse aquém do esperado.

A 1ª Maratona BBT Vaiafaba prometia no seu site, www.maratonabttfaba.com, que no dia 10 de Abril iria atrair “milhares de jovens, e não só, que aguardam este dia com muita expectativa, por ser um pólo de diversão e promoção aos mais variados produtos e serviços”, mas a verdade é que na Trofa apenas se inscreveram 21 pessoas e dessas, apenas nove completaram a prova dentro do tempo limite, ou seja, antes das 18 horas.

O actual campeão nacional da modalidade, Leão Pinto, foi o primeiro participante a chegar ao Parque Nossa Senhora das Dores, às 14.32 horas, depois de partir, desse mesmo ponto, às 10 horas. Destaque, também, para a única mulher a terminar a prova, duas horas depois do vencedor da prova na Trofa.

 

A entrega de prémios teve lugar na discoteca Pedra do Couto, em Santo Tirso.