canil 

O reforço das campanhas de adopção e do número de voluntários foram as medidas determinantes que permitiram à Associação Um Animal Um Amigo (AUAUA) ajudar mais animais sem abrigo.

Só em 2009 entraram no Canil da Trofa 417 cães, dos quais 234 foram adoptados. São mais de 100 cães que encontraram um lar, comparativamente com os dados dos dois anos anteriores. Os números relativos aos gatos também superaram as expectativas em 2009: dos 108 que deram entrada, 105 foram adoptados.

Para Sílvia Coutinho, presidente da AUAUA este é um balanço muito positivo. “Demos quase 100 cães a mais, como conseguimos dar mais animais acabámos por conseguir resgatar mais animais da rua, tanto gatos como cães”, explicou ao NT. “Conseguimos dar muitos animais pela Internet, temos mais voluntários a trabalhar para essa divulgação e isso faz muita diferença”, acrescentou.

De acordo com os dados da associação, dos 60 cães que não foram adoptados no ano passado, 20 acabaram por ser devolvidos ao dono. Actualmente permanecem no canil 40 caninos à espera de um novo lar.

Depois de mudar a sede da associação das Galerias de Catulo para o canil da Trofa, o projecto que se segue é a construção do gatil. “Já remetemos o projecto à Câmara para haver colaboração pela parte deles, estamos à espera de uma resposta que esperemos que seja positiva”, adiantou Sílvia Coutinho. Em época de crise, a presidente da AUAUA deixa um apelo: “Se as pessoas pensarem em adquirir um animal não o comprem, adoptem-no, porque infelizmente existem animais de raça no canil”.