Se quer assistir ao Trofense-Benfica e ainda não conseguiu garantir ingresso, pode desistir, porque a bilheteira atingiu a lotação máxima.

No sábado, o estádio vai estar cheio para o jogo da Taça de Portugal, que vai opor a formação da Trofa e as águias, num reencontro 12 anos depois.

As águias vão defrontar um adversário de má memória, uma vez que, na única participação deste na 1.ª Liga, não o conseguiu vencer, tendo, inclusive, perdido 2-0, na Trofa.

Corria a noite de 4 de janeiro de 2009, estádio “à pinha”, atletas que virariam estrelas à escala planetária (Di Maria), treinadores campeões nacionais (Rúben Amorim) e presidentes recém-eleitos (Rui Costa) a calcar relvado trofense e pés quentes de Reguila e Hélder Barbosa, que marcaram os golos que tiraram a liderança do campeonato aos benfiquistas.

Quase treze anos depois, o clube da Luz regressa à Trofa para um jogo em que a equipa que tem menos a perder é a que joga em casa. Há um ano, o SC Braga suou para levar de vencido o Trofense para a mesma competição, veremos o que acontece desta vez.

Foto: arquivo