O Lions Clube da Trofa vai promover uma colheita de sangue, no próximo sábado, 30 de janeiro, nas instalações da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa. A iniciativa decorre entre as 9h00 e as 12h30 e é coordenado pelo Instituto Português do Sangue e da Transplantação.

A ação ganha especial importância, numa altura em que há escassez de sangue nos hospitais. Em comunicado, a Federação Portuguesa de Dadores Benévolos de Sangue (FEPODABES) alertou para este cenário “preocupante”, apelando aos portugueses que doem sangue.

“O inverno traz sempre consigo uma baixa nas reservas, motivada pelo frio e pela gripe, mas este ano temos a pandemia da Covid-19 que fez baixar os níveis de sangue para níveis preocupantes”, sublinhou o presidente da FEPODABES, Alberto Mota.

Depois de reservas de alguns grupos sanguíneos terem estado em níveis preocupantes, inferiores a sete dias, a adesão às colheitas nos últimos dias melhorou a situação nacional, no entanto, esta é uma necessidade constante. Por isso, a FEPODABES “apela a todos os dadores saudáveis, nomeadamente os mais jovens, a doarem sangue e desta forma ajudam a salvar vidas”. “A dádiva de sangue está prevista nas exceções ao confinamento, pelo que é muito importante que os portugueses não desmobilizem e continuem a dar o seu contributo”, refere Alberto Mota.

Todos os cidadãos com mais de 18 anos, que tenham mais de 50 quilogramas e que sejam saudáveis podem dar sangue. A informação sobre os locais oficias de recolha de sangue está disponível no site da FEPODABES em www.fepodabes.pt e no portal www.dador.pt.

foto: rawpixel.com