Lino-Maia-candidato 1

Adelino Martins Maia é o candidato pela coligação PSD/CDS-PP à União das Freguesias de Alvarelhos e Guidões.

“Um por todos e todos por um” é o lema da candidatura de Lino Maia, candidato pela coligação PSD/CDS-PP à União das Freguesias de Alvarelhos e Guidões, depois de a candidatura de Joaquim Oliveira, atual presidente da Junta de Freguesia de Alvarelhos, ter sido considera inelegível pelo Tribunal de Santo Tirso e o recurso ter sido recusado pelo Tribunal Constitucional por alegados erros processuais.
No jantar de apresentação dos membros da lista, que decorreu na noite desta quinta-feira, 26 de setembro, na Quinta de Azenha, Lino Maia apresentou-se à população de Guidões. Casado e pai de três filhos, Lino Maia “sempre” trabalhou “pela freguesia” de Alvarelhos e esteve “ligado aos vicentinos, à paróquia e à fabriqueira”, tendo “servido os outros o melhor possível” durante os “12 anos” que esteve na Junta de Freguesia de Alvarelhos.
Quando foi convidado para “assumir mais responsabilidades”, o candidato pensou “bastante” e pediu “a opinião à família”, tendo decidido “aceitar o convite”, por entender que pode ser “útil à população”. Caso seja eleito, Lino Maia promete tratar as duas freguesias com “igual respeito e carinho que merecem.” “Se vencer serei um presidente do povo, sempre no terreno próximo de todos. Independente dos partidos, para mim o que conta são as pessoas. Podem contar comigo e com a minha equipa”, declarou, afirmando que as “coletividades, associações da freguesia, juventude e velhinhos” podem contar com “o apoio” da sua equipa.
Para o candidato pela coligação à Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto, o que Lino Maia e Joaquim Oliveira protagonizaram nas suas intervenções foi “amizade, respeito pelos outros, solidariedade, saber esperar e dar as mãos na altura certa”. “Um processo complicado” que “só está ao alcance de homens como Joaquim Oliveira e Lino Maia”, que são “dois grandes homens do concelho da Trofa”.
Quem também marcou presença neste jantar foi Marco António Costa, vice-presidente nacional do PSD, que estava “verdadeiramente emocionado” com o que assistiu no jantar, tendo de apelidado de “extraordinário” o discurso de Lino Maia, que foi feito em volta “do respeito por duas freguesias que se unem”, de “tratar as duas por igual, com o maior respeito e não de as discriminar”. “Este é um bom exemplo daquilo que está a ser construído na Trofa. É com homens como estes que se vencem as eleições”, concluiu, salientando ter ficado “impressionado,” pela “humildade, simplicidade, disponibilidade, postura e pela mensagem que deixaram”.