Select Page

LIGAÇÃO A LOUSADO – Importante e urgente

LIGAÇÃO A LOUSADO – Importante e urgente

Desde há muito que tenho defendido a importância duma ligação a Lousado.

   Trata-se, na minha opinião, duma obra importantíssima para os dois concelhos e para as freguesias que serve directamente.

Recentemente, foi noticiado pelo Jornal de Notícias, a aprovação pelas duas Câmaras Municipais da via intermunicipal Famalicão-Trofa que ligará a rotunda do Senhor dos Perdões, em Ribeirão, até à Rua do Poeta Cesário Verde, na Trofa.

Retira Lousado dum relativo isolamento, aliás, injusto, duma freguesia que, desde há muito, nos habituou a ser um pólo de criação de riqueza, através de empresas de dimensão considerável.

As pessoas de Ribeirão passam a ter mais um acesso à Trofa e, para a zona nascente, passa a ser um acesso muito mais rápido.

A Trofa passará a dispor doutra alternativa de trânsito que permitirá, a muitas pessoas a deslocação sem terem que passar ao Catulo e à ponte sobre o rio Ave, que hoje funciona como um funil para o trânsito da Trofa.

Apesar do benefício ser para as três localidades, os seus benefícios ultrapassam largamente as suas fronteiras, já que são muitas as pessoas de fora da Trofa que utilizam este trajecto.

Lousado estará mais próximo da Trofa. Actualmente, Lousado, que está do outro lado do rio, está bem longe da Trofa. Existe uma ligação por Ervosa, muito pouco utilizada porque o acesso pela ponte Lagoncinha, apesar da sua beleza, é muito demorado e os acessos são demasiado estreitos.

Em termos práticos, hoje, quem se deslocar a Lousado, ou quem de Lousado se deslocar à Trofa, percorre aproximadamente dez quilómetros.

A partir da nova ligação, teremos Lousado mais próximo de nós. E é bom lembrarmo-nos que os lousadenses são pessoas com muitas afinidades com os trofenses.

Até o comércio pode beneficiar com esta proximidade.

Esta via intermunicipal não substitui as variantes, nem é uma solução para os nossos problemas de trânsito, razão pela qual deveremos continuar a lutar para que as variantes sejam construídas com a urgência que a situação caótica actual justifica.

É, contudo, uma importante atenuante para as dificuldades actuais.

Na verdade, para além de resolver directamente o problema daqueles que a utilizarão com mais frequência, ajudarão a diminuir o volume de trânsito no Catulo e na ponte sobre o rio Ave, melhorando a fluidez desse mesmo trânsito.

Este é um bom exemplo de que uma pequena extensão de obra, cerca de três quilómetros, proporcionará um benefício de dimensão que não será proporcional à extensão da estrada.

Haverá, certamente, outras obras de interesse inter-concelhio.

 

Afonso Paixão

 

P.S. Nesta época festiva, quero desejar a todos um Bom Natal e um Ano Novo muito feliz e cheio dos maiores sucessos, quer pessoais, quer profissionais.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização