quant
Fique ligado

Ano 2010

“Liga dos Campeões” na Trofa

Publicado

em

 

A Academia de Bilhar da Trofa recebeu o 7º Open de Bilhar ou a chamada “Liga dos Campeões” da modalidade. Duas equipas deram o nome ao espaço gerido por Vítor Andrade, que faz questão de manter um ambiente livre de fumo para atrair jovens e veteranos.

Vítor Andrade faz questão de proibir os clientes de fumar no interior da Academia de que é proprietário. O objectivo é inverter o pensamento de que os locais onde se jogam bilhar são maus para os jovens. E comprova-se que na Academia de Bilhar da Trofa o ambiente é limpo e convida a participar. A mistura de gerações é notória e se numa mesa dois jovens, que aparentam os 15 anos, entretêm-se a jogar, ao lado, dois veteranos jogam para matar o tempo.

Há dois anos proprietário do espaço, Vítor Andrade viu na aquisição da Academia uma oportunidade para alimentar a paixão que tem pelo bilhar. Jogador de competições da federação desde 1993, Andrade tem na equipa um jogador considerado como um dos melhores do país. “Na Trofa temos muitos e bons jogadores”, afirmou em declarações ao NT.

De quinta-feira a sábado, a Academia de Bilhar da Trofa recebeu o 7º Open de Bilhar que contou com duas equipas do estabelecimento e recebeu muitas outras “de concelhos como Valongo, Matosinhos, Santo Tirso, Braga, Maia e Gondomar”.

Com duas equipas, a Academia de Bilhar da Trofa divide-se em juventude e maturidade. Ricardo Azevedo joga bilhar há três anos e sente “uma honra enorme” de representar uma casa que “tem já um grande nome”.

Publicidade

Em dois anos, a Academia arrecadou cerca de 30 troféus colectivos e individuais. “É uma modalidade que junta muita gente e que afasta os maus ambientes. Prova disso é o facto de termos muitos jogadores jovens, o mais novo tem 17 anos”, frisou.

João Cruz é um dos elementos da equipa mais experiente e joga bilhar há 15 anos. Lamenta o facto de a modalidade ser “pouco divulgada pela comunicação social”, mas tem esperança de que “os tempos mudem e a sociedade comece a dar-lhe o devido valor”. Por enquanto, jogadores e academias fazem questão de divulgar o desporto que concilia da melhor maneira o convívio, a competição e o bom prato. É que quem quiser fazer uma partida de bilhar na Academia tem sempre à disposição um bar que prepara uns petiscos para reconfortar o estômago.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2010

Tradição de porta em porta

Publicado

em

Por


O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado mantém viva, ano após ano, a tradição de cantar as janeiras de porta em porta, levando o folclore da região a todas as casas.

(mais…)

Continuar a ler...

Ano 2010

Arte em quatro rodas

Publicado

em

Por

Francisco Maia tem uma oficina de restauro diferente: recupera automóveis antigos há mais de 20 anos.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também