scrates2009

José Sócrates é o grande vencedor das eleições legislativas, embora sem maioria absoluta, tendo sito eleito Primeiro-Ministro de Portugal com 36,56 por cento dos votos de um total de 5.658.778 portugueses, que este domingo se dirigiram às urnas para decidir o futuro de Portugal.

O PSD ficou em segundo lugar com 29,09 por cento dos votos, seguido pelo CDS, que com 10,46 por cento se assume a terceira força política do país. Já o BE conquistou 9,85 por cento dos votos, enquanto o PCP se ficou pelos 7,88 por cento.

José Sócrates realçou a “extraordinária vitória” do PS nas eleições legislativas, dizendo que o povo português fez uma “escolha sem ambiguidade”. No discurso de vitória, com a assistência socialista em euforia, Sócrates cafirmou que “o povo português fez uma escolha clara, sem ambiguidades”. O povo português quer que o PS continue a governar Portugal”, declarou.

Depois de enfrentar a derrota nas legislativas 2009, Manuela Ferreira Leite destacou o facto de o PS ter perdido a maioria absoluta. “O voto dos portugueses retirou a maioria absoluta ao PS”, afirmou Manuela Ferreira Leite, numa sala de um hotel de Lisboa onde os dirigentes do PSD se reuniram para acompanhar o apuramento dos resultados das eleições legislativas.

“O PSD será, como sempre foi, uma oposição responsável, mas não se calará nem se deixará intimidar no pleno exercício dos seus direitos”, prometeu.

com Lusa

Foto: www.socrates2009.pt