Concerto Colorido para Dias cinzentos foi o nome do espetáculo promovido pela Juventude Sem Fronteiras do Muro que se realizou no Salão Paroquial da Freguesia. Músicas de verão para alegrar o inverno e, claro, melodias de Natal, porque a época assim o exige, foram os ingredientes para um espetáculo de sucesso.

Esse é o sentimento do grupo Juventude Sem Fronteiras do Muro, que promoveu um Concerto Colorido para Dias Cinzentos, no dia 11 de dezembro. “Este espetáculo surge no seguimento de outros que temos vindo a fazer.  Tínhamos feito a “Tasca do Zé Tinhoso” há cerca de dois ou três anos, fizemos os discos pedidos no dia 25 de abril deste ano, como comemoração do nosso aniversário. No seguimento dos discos pedidos, e dentro deste formato, aliado a ideia de inserir o Natal e brincando com o tema dos dias cinzentos, pegamos nessa ideia e tentamos trazer algumas músicas de verão para esta altura e misturar com músicas de Natal”, afirmou Pedro Santos, presidente da Juventude Sem Fronteiras do Muro.

No espetáculo participaram os utentes do Muro de Abrigo, já presença assídua das iniciativas do grupo de jovens, e uma banda da freguesia, os Hypnotic Wall, que atuaram para um salão cheio.

Pedro Santos afirmou que este “foi o espetáculo com mais público” que o grupo promoveu, com a presença de “200 pessoas”.

Por hábito não é cobrada nenhuma entrada e oferecem um lanche no fim para que “as pessoas venham, o salão encha, para darmos atividade e para oferecermos animação às pessoas”, acrescentou.

Face ao sucesso desta iniciativa, o grupo de jovens pretende continuar a trabalhar com o mesmo empenho. “Tencionamos continuar com a linha de espetáculos, envolver mais ainda as pessoas”, afirmou o Presidente deste grupo de jovens. A vontade é de “ continuar a fazer espetáculos mais ambiciosos e melhores. Além da nossa componente de espetáculos, os projetos que queremos ver cumpridos é o nosso plano anual, desde os cantares das Janeiras até ao S. Pantaleão”, concluiu.

 {fcomment}