O grupo de jovens Juventude Sem Fronteiras do Muro surgiu na freguesia hà mais de uma década graças à vontade de um conjunto de jovens que quis dar continuidade à sua formação depois de terminarem a catequese.

Em 1996, um grupo de jovens murenses encontrou uma forma de “manter-se ligado e unido” depois de terminar a catequese, realizando um projeto em conjunto: nascia assim o grupo Juventude Sem Fronteiras do Muro, tal como hoje existe, “com estatutos, organização, objetivos, princípios e ideais”.

Para concretizar os seus objetivos, os jovens contaram com o apoio do Movimento Nacional Giofrater (Juventude Franciscana Missionária de Nossa Senhora de Fátima).

“O grupo surge em duas vertentes: trabalho na freguesia e formação e partilha através do movimento. Recentemente integramos a terceira vertente fazendo parte da partilha, convívio e apoio entre os vários Grupos de Jovens da Trofa, através de um projeto do TCA, o TJC – Trofa Jovens em Comunidade”, explica Pedro Santos, presidente do grupo, que atualmente conta com 32 elementos, com idades entre os 16 e os 30 anos. “Assim, experimentamos a riqueza da amizade entre as discrepantes idades, favorecendo assim as opiniões, a aprendizagem e o crescimento”, defende.

Ao longo do ano, o grupo realiza “atividades que visam dinamizar a população do Muro, apoiar a paróquia no necessário e sugerir a inovação e a formação”, começando em setembro, com o Acampamento do Grupo. O plano de atividades inclui “visita aos idosos, voluntariado ou concertos”. “Em dezembro, visitamos toda a freguesia a cantar as Janeiras. Somos recebidos com o maior calor e boa disposição de boa parte da população que, fielmente, nos abre a porta todos os anos. Normalmente, somos sempre encorajados pelas pessoas”, afiança Pedro Santos.

Durante as festas da freguesia, que arrancam no dia 25 de julho, estes jovens sem fronteiras vão ter uma “tasquinhas com comidas e bebidas” para angariarem fundos para as suas atividades.

Este ano, em agosto, os jovens vão “peregrinar a Madrid para as Jornadas Mundiais da Juventude”. “Esta será a atividade mais esperada do ano. Só acontece de três em três anos e a nossa participação é o resultado de muito esforço. Este mega encontro da juventude é muito esperado por todo o mundo. Todos anseiam a oportunidade de vivenciar o encontro e partilha com mais dois milhões de jovens com os quais terão alguns pontos de interesse em comum. Contamos, que será uma experiência única para cada um do grupo de seis jovens murenses que vão participar”, explicou o responsável.

Quem estiver interessado em conhecer melhor o grupo e fazer parte deste projeto, pode contactar os elementos através do Facebook, procurando JSF Muro: “Estamos recetivos a todos aqueles que venham cheios de ideias e vontade que tenham, pelo menos, 16 anos”.

{fcomment}