De forma a cumprir calendário, a sessão ordinária da Assembleia do Muro decorreu na sexta-feira, dia 22 de junho. Carlos Martins, presidente da Junta de Freguesia aproveitou para expor a opinião acerca da Reforma Administrativa, tema que ainda não foi a discussão nesta assembleia, pois ainda “não há diretrizes válidas do que vai acontecer”. 

Para que existisse uma “reforma séria”, era necessário, postulou, “cortar com a parte administrativa de todas as freguesias”, ou seja, manter as freguesias e eliminar as juntas de freguesias que, “cada vez tem menospoder de decisão e dinheiro”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.