quant
Fique ligado

Trofa

Julgamento do caso Trofense novamente adiado

Publicado

em

Foi adiado pela 3ª vez o inicio do julgamento do caso Trofense. O julgamento começaria esta terça feira, 8 de junho. Agora o julgamento deverá começar a 6 de setembro de 2021.

As sessões vão realizar-se na sala dos Bombeiros Voluntários de Valadares, em Vila Nova de Gaia e devem decorrer nos dias 6, 7, 8 e 9 de setembro, se não sofrerem novo adiamento.

Este é já o terceiro local escolhido para acolher o julgamento, depois de, no primeiro adiamento, em outubro de 2020, os advogados se terem queixado da “falta de condições de trabalho”, no auditório municipal de Vila Nova de Gaia. Nessa altura o vereador Renato Pinto Ribeiro, um dos arguidos, esteve mesmo em isolamento profilático devido a contacto com uma pessoa infetada com COVID-19, levando a adiamento do julgamento.

Recorde-se que sete pessoas são acusadas pelo ministério público de abuso de poder, falsificação de documentos, fraude na obtenção e desvio de subsídio, num caso que envolve a Câmara Municipal da Trofa e o Clube Desportivo Trofense, assim como duas empresas da Trofa.

Em causa está uma alegada “falta de fiscalização” das “verbas públicas atribuídas pela autarquia para obras de manutenção e requalificação do Complexo Desportivo do Trofense, em Paradela”, acabando o dinheiro alegadamente desviado pelo então presidente do clube Paulo Melro, para pagamentos de salários e outras despesas do futebol profissional do Trofense. As verbas em causa estariam, alegadamente, destinadas à requalificação dos relvados e apoio na construção de uma sala de estudos no complexo do clube em Paradela. Nesse ano (2014) o Clube Desportivo Trofense viu ser-lhe atribuído um valor global de 135 mil euros de subsídios por parte do município.

O caso remonta a julho de 2014 data em que a Câmara da Trofa assinou um contrato programa de desenvolvimento desportivo, com o Clube Desportivo Trofense, no valor de 135 mil euros, para apoiar as camadas jovens do clube.

A Câmara Municipal da Trofa terá pago a totalidade do subsídio previsto no referido contrato programa, dos quais 60 mil se destinavam a “obras de conservação e manutenção no complexo desportivo de Paradela”. No entanto, sabe-se agora que, de acordo com a acusação do Ministério Público (MP),“não foram efetuadas” as obras.

Publicidade

O esquema passaria pela apresentação por parte do C.D.Trofense de faturas do montante das obras alegadamente realizadas, juntando depois um requerimento com a discriminação das obras. Os técnicos da câmara validaram as despesas, segundo o MP, sem as fiscalizar, através de uma informação, despachada favoravelmente por Artur Costa, chefe de divisão do Desporto, Cultura e Turismo da Câmara Municipal da Trofa e pelo diretor de departamento Vicente Seixas. Com a concordância do vereador Renato Pinto Ribeiro, que despachou a 22 de janeiro de 2015 foi pago cerca de um mês depois, por transferência bancaria o montante de 22.500 euros, referente à última tranche ainda em falta.

Na sequência das denúncias recebidas, a Polícia Judiciária do Porto “efetuou buscas ao Clube Desportivo Trofense e às instalações da Câmara da Trofa, tendo recolhido documentos e conteúdo dos servidores da câmara e procedeu à cópia dos ficheiros eletrónicos das caixas de correio do presidente da Câmara, Sérgio Humberto e da sua chefe de gabinete, Zita Formoso, de acordo com o despacho de acusação a que o NT teve acesso.

O julgamento realiza-se no auditório municipal de Vila Nova de Gaia pelo devido ao facto de o tribunal não ter uma sala que permita realizarem segurança, devido ao Covid-19, o julgamento.

Continuar a ler...

Assinatura em pdf

Edição 774 do Jornal O Notícias da Trofa

Publicado

em

Por

Edição de 6 de outubro de 2022 (mais…)

 

Já é assinante? Inicie sessão

Não é Assinante? Clique aqui e assine os nossos conteúdos a partir de 1 euro

 

Continuar a ler...

Desporto

Já há dia e hora para o jogo da Taça de Portugal do Trofense vs Famalicão

O jogo que opõe o Trofense ao Famalicão vai ser disputado pelas 15h do dia 15 de outubro, sábado.

Publicado

em

Por

Estão definidos os encontros da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal Placard que vão ter transmissão televisiva. O jogo que opoe o Trofense ao Famalicão vai ser disputado pelas 15h do dia 15 de outubro, sábado.

RTP, Sport TV e Canal 11 serão os canais que vão transmitir jogos da ronda da Prova Rainha que já inclui equipas da Liga Bwin.

O cartaz televisivo da 3.ª eliminatória da Taça de Portugal Placard será então o seguinte:

14 outubro

Amora x Estoril (20h45) no Canal 11

15 outubro

Trofense x Famalicão (15h) no Canal 11

Publicidade

Canelas x Vitória SC (15h) na Sport TV

Tondela x Santa Clara (20h) no Canal 11

Caldas x Benfica (20h45) na RTP

16 outubro

Vitória FC x Paços de Ferreira (15h) no Canal 11

Felgueiras x SC Braga (17h) na Sport TV

Varzim x Sporting (19h) na Sport TV

Publicidade

Anadia x FC Porto (20h45) na RTP

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);