espectaculo-alvarelhos-2 

Cerca de 350 pessoas – dados da JSD – marcaram presença no espectáculo de beneficência que teve lugar em Alvarelhos. Segundo a juventude partidária, foram angariados 803 euros que serão entregues aos vicentinos locais.

O Salão Paroquial de Alvarelhos encheu para o espectáculo de beneficência promovido pela Juventude Social Democrata. Segundo a organização, cerca de 350 pessoas estiveram em mais uma “grande actividade da JSD, desta vez organizada pelo núcleo de Alvarelhos”, pode ler-se no blog da juventude partidária.

“O balanço é claramente positivo, uma vez que, o espectáculo correu da melhor forma, sendo uma demonstração cabal do valor e trabalho de todos aqueles que participaram de maneira directa e indirecta. Foi uma noite esplendorosa, cheia de alegria, em que o frio que se fazia sentir fora do salão foi transformado em boa disposição, em que era impossível não deixar escapar umas gargalhadas”, afirmou ao NT Sérgio Araújo, coordenador da JSD de Alvarelhos.

O espectáculo contou com a actuação do grupo de dança da freguesia, Alvadance, e com o humor de Miguel 7 Estacas, Hugo Sousa e Paulo Baldaia, este substituiu João Seabra, que por “motivos pessoais” não pôde estar presente.

“O resultado do evento também dá motivo para sorrir: a JSD de Alvarelhos, pagas todas as despesas, conseguiu angariar 803 euros que serão entregues aos vicentinos locais. Esta será, certamente, uma importante ajuda para esta organização que vive para o bem do próximo”, afirmou o responsável.

Sérgio Araújo afirmou que “de certeza que muita gente, infelizmente, precisa de parte deste fundo, para tornar a sua vida um pouco mais fácil, podendo aliviar a pressão do dia-a-dia, recebendo bens alimentares ou até mesmo pagando contas da farmácia”.

Os responsáveis da JSD Alvarelhos congratulam-se pelo facto de “com empenho, ter conseguido melhorar um pouco mais o meio que nos rodeia” e agradecem “a todos aqueles que se deslocaram ao Salão Paroquial de Alvarelhos, ao Alvadance, aos três humoristas, à JSD e aos dois brilhantes apresentadores que, não sendo profissionais, ambos foram excepcionais”.

No blog pode ler-se ainda que a JSD “promete continuar a descentralizar as actividades e proporcionar bons momentos aos trofenses”.