Até à próxima sexta-feira, dia 16 de Abril, cerca de uma centena de escolas dão a conhecer a sua oferta formativa, numa gigantesca acção de marketing, que decorre no Lago Discount, em Ribeirão, Vila Nova de Famalicão. A iniciativa intitula-se Feira da Formação e Empreendedorismo e está inserida na Quinzena da Educação que arrancou esta quarta-feira, com inúmeras actividades. Cativar os jovens estudantes, orientando-os na escolha de uma área específica de formação é o principal objectivo das escolas. Para isso, para além da informação disponível sobre os diversos cursos e saídas profissionais, as escolas apostam também na promoção de actividades, bem como ateliês, e oficinas demonstrativas do trabalho desenvolvido no dia-a-dia.
É o caso da Cooperativa de Ensino Didáxis, que, no âmbito do Projecto Nacional de Educação para o Empreendedorismo, tem patente diversos trabalhos desenvolvidos pelos alunos, nas áreas da electrónica e da domótica. Para o professor Rui Cancelinha, “todos os projectos são desenvolvidos pelos alunos dos cursos de educação e formação e dos cursos profissionais”. Com uma duração de três anos, estes cursos constituem, segundo o responsável, “uma excelente oportunidade de entrada no mercado de trabalho”. “Os nossos alunos conseguem emprego com alguma facilidade”, acrescenta.
De resto, para o responsável a aposta no empreendedorismo é já uma marca da escola Didáxis. Neste âmbito, a escola desenvolve um conjunto de iniciativas que incentivam os alunos à criação de competências e atitudes que permitam empreender.
Mas, para além dos projectos de electrónica, as escolas dão também a conhecer os cursos de cabeleireiro, esteticista, culinária, entre outros, transformando o espaço numa verdadeira mostra de profissões, com a presença animada de escolas secundárias e profissionais, universidades e politécnicos, forças policiais e militares.
Na abertura da mostra, o vereador da Educação da Câmara Municipal de Famalicão, Leonel Rocha, mostrou-se satisfeito com a adesão das escolas ao evento, referindo-se à diversidade de oferta formativa e profissional presente no evento. Leonel Rocha salientou ainda como grande destaque da mostra “o enfoque dado ao empreendedorismo”. “As escolas famalicenses têm vindo a apostar cada vez mais no empreendedorismo”, destacou, referindo que “ser empreendedor é algo que se adquire através da formação e que é possível aprender”.