Select Page

José Sá tomou posse

assem_s_martinho.jpg

 

 

 

 

 

 

 

Dedicação, empenho e lealdade foram as palavras que marcaram o discurso do novo presidente que garantiu que vai ser “ o presidente de toda a população de S. Martinho de Bougado”. Já Manuel Pontes referiu-se a “circunstancias estranhas” que acabaram por ditar o seu afastamento da Junta de Freguesia mas prometeu dar “a desforra”.

 

A Junta de Freguesia de S.Martinho de Bougado já tem um novo “inquilino”. José Sá tomou posse como presidente do Executivo no dia 31 de Outubro perante uma plateia cheia de fregueses de S.Martinho que encheram por completo o Salão Nobre da Junta de Freguesia.

Manuel da Silva Pontes, ex-presidente da Junta classificou de “anormais” alguns acontecimentos que ocorreram durante a sua campanha e que culminaram com a sua derrota mas parabenizou José Sá e a sua equipa pela vitória afirmando no entanto que vai “querer vingança”.

Por seu lado José Sá fez um discurso de agradecimentos, não esquecendo Manuel Pontes e o seu executivo por “todas as obras e todo o desempenho que teve durante este mandato com o seu contributo para a qualidade de vida e bem-estar da população da Trofa”.

Dedicação, empenho e lealdade foram as palavras que marcaram o discurso do novo presidente que garantiu que vai ser “ o presidente de toda a população de S. Martinho de Bougado e quero agradecer a toda a população, nomeadamente aos jovens, pelo grande contributo que deram para que a minha candidatura se tivesse tornado num êxito”.

José Sá considerou importante o entendimento e bom relacionamento entre a Câmara Municipal e a Freguesia de S.Martinho para que “haja cooperação e bom desempenho durante este mandato”.

Sá diz-se consciente de estar a presidir uma Junta de Freguesia com uma Assembleia minoritária mas “tudo farei para que as coisas corram pelo melhor”. Prometendo vir a ser um presidente a tempo inteiro, José Sá prontificou-se a tentar “resolver os vossos problemas e legítimas aspirações”.

Por seu lado Maria Emília Cardoso prometeu “dar voz a S.Martinho” através de um trabalho “independente com seriedade e livre de qualquer tipo de compromissos políticos na certeza de trabalhar sempre pela positiva”, frisou.

Recorde-se que o CDS/PP apenas conseguiu eleger Maria Emília Cardoso, tendo-se verificado um empate no número de mandatos alcançados quer pelo PSD quer pelo PS, mas que acabaram por traduzir-se na vitória dos socialistas.

Depois de apresentada a proposta de constituição da Junta de Freguesia pelo PS a mesma foi votada e acabaram por ser eleitos José Tomé Moreira Carvalho, José Luís de Sousa Moreira, Ana Madalena Dias Carvalho e José Maria Azevedo Pinto Ribeiro com sete votos a favor e seis brancos.

Para a presidência da Mesa da Assembleia de Freguesia foi aprovado com seis votos a favor e sete votos brancos os nomes de Pedro Alves da Costa, Sónia Azevedo e Reinaldo Araújo Dinis, sendo a bancada do PS na Assembleia de Freguesia composta por Adelino de Almeida Martins, Carina Silva e José Botelho.

Os eleitos pelo PPD/PSD com acento na Assembleia são Manuel da Silva Pontes, Eurico Manuel Silva Ferreira, Amadeu Castro Pinheiro, Manuel da Silva Azevedo, José Manuel da Silva e Filipe Azevedo.

 

Vera Araújo

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização