O presidente da Federação Distrital do PS Porto criticou a reforma da administração local e pediu que a população mostre “um cartão amarelo” ao Governo nas próximas eleições autárquicas. 

As próximas eleições autárquicas são uma “oportunidade” para “mostrar um cartão amarelo” ao Governo. Esta é a convicção de José Luís Carneiro, presidente da Federação Distrital do PS Porto, que quer “construir um projeto político alternativo, no qual todos os cidadãos se possam rever”. O socialista falava na primeira reunião de preparação das Convenções Autárquicas da Área Metropolitana do Porto e do Vale do Sousa e Baixo Tâmega, que se realizou no auditório da Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, na Trofa. “Os cidadãos veem hoje de uma forma muito clara que foram enganados por um Governo que todos os dias está a prejudicar as condições de vida das famílias, empresas e que está a desestruturar as condições económicas das regiões”, frisou.

A reforma da administração local foi uma das medidas do Governo que José Luís Carneiro criticou por considerar que esta “não respeita as populações” e “ignora” a regionalização que pode “adequar as estruturas concentradas do Estado a uma outra eficiência na administração de recursos é essencial”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

 {fcomment}