quant
Fique ligado

jonati

Edição 584

Jogos internacionais de voleibol com assistência de trofenses

Publicado

em

Dezoito jovens trofenses, com idades “entre os 14 e os 20 anos”, desempenharam a função de “assistentes de jogo” na Liga Mundial de Voleibol de Seniores Masculinos e nas finais dos jogos do Torneio das Oito Nações de Sub17 Feminino, que se realizaram no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, entre os dias 8 e 10 de julho e a 31 de julho, respetivamente.
A participação destes jovens trofenses surge de “uma parceria” que a professora da Escola Secundária da Trofa Rosa Manuela Araújo estabeleceu, “desde 2013”, com a Federação Portuguesa de Voleibol. Coube à docente “preparar e acompanhar” os jovens, que ainda participaram no clinic de preparação dos mesmos para a Liga Mundial, ministrada por Arnaldo Rocha, da Federação Portuguesa de Voleibol, a 8 de julho.
Devido “ao seu desempenho” nestes dois torneios, tanto os jovens como a professora receberam “os parabéns da Federação Portuguesa de Voleibol e da Equipa Internacional de Arbitragem”.
Para Rosa Manuela Araújo, a participação dos jovens “nestas iniciativas e noutras também de cariz solidário é uma forma simples de lhes incutir o sentido de responsabilidade e de solidariedade”. “Para quem gosta do mundo do voleibol, esta foi, sem dúvida, a oportunidade de estar perto e de interagir com os atletas da seleção nacional”, afirmou, endereçando “um muito obrigada” aos pais e encarregados de educação que “acreditaram neste projeto”.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 584

José Manuel treina equipa B do Bougadense

Publicado

em

Por

Foi através de Jorge Almeida, coordenador do departamento de formação, que José Manuel recebeu o convite para treinar a equipa B de seniores do Atlético Clube Bougadense. Um projeto que viu com “bons olhos” e que, por essa razão, aceitou “sem hesitar”. E a acompanhá-lo na equipa técnica terá Paulo Moreira.
Durante “duas semanas de julho”, a equipa teve treinos de captações, mas “o plantel ainda não está totalmente fechado”. Depois de uma pausa para férias, regressam em força a 16 de agosto para “completar o plantel e começar a trabalhar” para competir na 2.ª divisão distrital, que começa a “9 de outubro”. Os treinos vão decorrer às segundas, quartas e quintas a partir das 20.45 horas.
José Manuel contou que o projeto da equipa B “cativou-o desde o início”, por ser “aquilo que defende sempre” e por, ao longo destes anos como treinador, “sempre” ter estado “do lado dos jovens”. O “principal objetivo” da equipa B será “dar um bocadinho mais de oportunidade aos jogadores que saem da formação e que querem continuar a praticar futebol, neste caso no escalão sénior”. “Acho que é uma mais-valia para o clube, que é feito de jogadores, técnicos e diretores. Em vez de chegarem à idade sénior e desistirem, irem para outros caminhos e deixarem de praticar desporto, esta é uma forma de continuar a mante-los no bom caminho, porque a prática desportiva é sempre um bom caminho”, justificou.
O treinador mencionou que “a maior parte” dos jovens “acabam por desistir” quando chegam “à idade sénior”, sendo que com a criação da equipa B o clube pretende fazer com que “isso não aconteça e tentar ajudá-los o mais possível, para que mais tarde eles possam ter uma oportunidade na equipa principal ou até noutros clubes”.
Será também na equipa B que os jovens atletas, vindos da formação, podem “ganhar” outras “capacidades”, como “um bocadinho mais de maturidade”. José Manuel assegura que no futebol “não há tanto o problema de capacidade técnico-tática”, mas “mais de cabeça”, sendo as equipas B o local ideal para os jogadores “atingirem aquela maturidade competitiva que é necessária para os campeonatos distritais”.

Continuar a ler...

Edição 584

Bougadense já prepara nova época

Publicado

em

Por

Tentar andar no primeiro terço da tabela classificativa da 1.ª divisão distrital. Este é o objetivo traçado por Agostinho Lima, técnico da equipa A do Bougadense, para a época 2016/2017. Para isso, e tal como vem fazendo nestes “dois anos”, o treinador vai “manter o plantel o máximo possível”, sendo “reforçado” com “dois jogadores”.
Um objetivo que lhe parece possível de alcançar, dada “a maior experiência dos jogadores”, que estão “mais cientes do valor da 1.ª divisão”. Nesse sentido, Agostinho Lima propôs-se, “em cada jogo, a jogar de igual para igual e tentar ganhá-los a todos”. “Vamos ser mais rigorosos”, assegurou.
O plantel terá “à volta de 25 jogadores” por equipa, porque “há sempre jogadores que podem desistir por qualquer motivo, como trabalhar à noite, estudar ou por não poder jogar com a regularidade que pretendem”. “Podemos fazer um plantel acima dos 22 jogadores, já que temos alguns miúdos de juniores que, com a subida de escalão, podem fazer parte e encaixar nas equipas seniores”, explicou, mencionando que vai “manter” a aposta nos juniores, tendo já a treinar “três a quatro” jovens atletas, “mais dois” que “vão subir”.
A equipa A vai ficar com “o plantel todo” da época passada, estando de regresso o Tó Maia, que “esteve cedido ao Folgosa”. Durante as captações, que decorrem desde o início dos trabalhos, já apareceram “sete jogadores”, dos quais “dois a três vão ficar no plantel” e os restantes “vão para a equipa B”. “Neste momento vamos trabalhar com os que temos, mais um ou dois que possam ser mais-valias. Não podemos ficar com toda a gente na equipa A, mas vou estar atento e se fizerem um bom trabalho na B podem vir à equipa A”, adiantou.
Para Agostinho Lima, ter uma equipa B é “sempre uma mais-valia”, porque “prepara os jogadores” para a equipa A e “há uma adaptação maior ao futebol sénior”. Como exemplo, apontou que a passagem de juniores para os seniores é “um choque um bocado grande”, sendo que, na equipa B, podem jogar “mais descontraídos”, porque “não é tão pressionante ter que ganhar” os jogos ou até terem “medo de ter a bola”.
Uma vez que o Bougadense passa a dispor de “uma segunda equipa” sénior, o treinador afirmou que se pode “aproveitar toda a gente que passa pela formação de clubes da Trofa e arredores e que não têm colocação noutros (clubes) com outros objetivos”.
Por enquanto, os treinos e captações decorrem a partir das 20 horas de terça, quinta e sexta-feira.

Treinador apela aos simpatizantes do Bougadense

Agostinho Lima apela às “pessoas que gostem da terra e do clube que tentem ajudar, se não for com dez que seja com cinco euros”, para poderem “dar algumas condições aos miúdos que não vão ter ordenados”. “Vamos jogar por prémios e já temos algumas pessoas que nos ajudam e que nos dão algum patrocínio, mas nunca é demais porque a época é longa, as dificuldades são grandes e o clube precisa do apoio de toda a gente para manter os miúdos em atividade, mesmo os da formação”, apelou, acrescentando que, “se não for mais nada, para pagar água, luz e manutenção”.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);