A participar pela primeira vez em competições na modalidade de Equitação de Trabalho, Joana Pinheiro, de Santiago de Bougado, consagrou-se campeã Regional do Norte e ficou em 3º lugar na Taça de Portugal.

“Nunca pensei ficar em 1º lugar. Não era uma coisa que estivesse nos planos, mas foi muito bom”. Este foi o desabafo de Joana Pinheiro no balanço do primeiro ano de competição na modalidade de Equitação de Trabalho. Quando se inscreveu no escalão de Cavaleiros Juniores na 4ª edição do Campeonato Regional do Norte, realizado este ano em cinco jornadas, Joana Pinheiro apenas queria verificar se tinha “capacidade” para disputar esta modalidade, nunca pensando em competir pelos “bons resultados”.

Foi com “orgulho” que começou na Feira da Trofa, realizada em março, a disputar a 1ª jornada deste campeonato, onde conseguiu classificar-se em 3º lugar. Já na 2ª jornada, realizada no Centro Hípico do Porto e Matosinhos, ficou em 2º lugar e, na jornada seguinte, no Centro Hípico Vale do Lima, terminou a prova em 1º lugar. “Uma pessoa na primeira prova vai com a ideia de não ser eliminado logo no início e não em ficar em 1º lugar.

Quando comecei com o 3º lugar e depois o 2º, comecei a ganhar aquele gosto e a ver que realmente o conjunto (compreende cavaleiro e cavalo) em si está bom e que temos que treinar mais e aperfeiçoar. Quando tivemos o 1º lugar foi espetacular, porque deu para ver recompensado o meu trabalho e do Roedor”, recordou. 

A Coudelaria Quinta da Oliveira, em Balasar, e o Centro Hípico Assinatura de Mestre, em Felgueiras, foram os locais que acolheram as últimas duas jornadas, onde Joana classificou-se no 2º e 1º posto, respetivamente.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

 {fcomment}