Joana Lima não conseguiu renovar o mandato, perdendo 1699 votos relativamente às eleições de 2009.

Enquanto no centro da cidade se fazia a festa, com cânticos de ordem na rotunda do Catulo e até música a alto som num camião, já entre a comitiva socialista, reinava o desalento. Joana Lima desejou “um bom trabalho” ao vencedor, sublinhando que “a tarefa é difícil”. “Espero que ele esteja à altura e com certeza que os trofenses estarão atentos ao trabalho que vai fazer”, frisou.

Leia a reportagem completa na edição do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.