A renovada EB 1 do Paranho foi o palco da entrevista que o NT e a TrofaTv fizeram a Joana Lima, presidente da Câmara Municipal da Trofa. A edil trofense fala do trabalho de três anos de executivo socialista, dos 14 anos do concelho e do futuro que pode passar por uma recandidatura à autarquia. A entrevista pode ser vista, na íntegra, em www.trofa.tv.

O Notícias da Trofa (NT): Que balanço faz destes três anos de mandato?

Joana Lima (JL): Faço um balanço muito positivo, pois é com alegria, responsabilidade e sentido de dever, que trabalho todos os dias, pelo futuro da Trofa e pelo bem-estar e qualidade de vida de todos os trofenses. É verdade que este não é um cargo fácil. Ser Presidente de uma Câmara Municipal como a nossa, é avassalador, pois são inúmeras as carências, são inúmeros os sonhos e os projetos que tínhamos para o nosso concelho, alguns dos quais tivemos que sacrificar, depois de confrontados com a dura realidade do endividamento, de nível inadmissível, herdado do passado.

Vimo-nos confrontados com uma situação financeira já de si precária, que foi posteriormente exacerbada com as restrições provocadas pela grave crise financeira e económica nacional e internacional e pelos inúmeros constrangimentos legais que o governo nos tem imposto, como é o caso da Lei da Assunção de Compromissos e dos Pagamentos em Atraso, claramente limitativa da autonomia administrativa e financeira das Câmaras.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

{fcomment}