quant
Fique ligado

Noticias

Inflação atinge em março o valor mais alto desde junho de 1994

Publicado

em

A variação homóloga do índice de preços no consumidor (IPC) foi de 5,3%, em março, face aos 4,2% de fevereiro, o valor mais alto desde junho de 1994, confirmou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

“A variação homóloga do Índice de Preços no Consumidor (IPC) foi 5,3% em março de 2022, taxa superior em 1,1 pontos percentuais (p.p.) à observada no mês anterior”, tratando-se do “valor mais elevado desde junho de 1994”, divulgou o INE, confirmando assim os valores previstos nas estimativas rápidas divulgadas no final de março.

O indicador de inflação subjacente (índice total excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos) também acelerou, registando uma variação de 3,8% (3,2% em fevereiro).

Já a variação do índice relativo aos produtos energéticos aumentou para 19,8%, face aos 15% no mês precedente, o que corresponde ao valor mais elevado desde fevereiro de 1991.

Por sua vez, o índice referente aos produtos alimentares não transformados apresentou uma variação de 5,8%, face aos 3,7% em fevereiro.

A variação mensal do IPC foi 2,5% (0,4% no mês precedente e 1,4% em março de 2021), enquanto a variação média dos últimos doze meses foi 2,2% (1,8% em fevereiro).

Quando ao índice harmonizado de preços no consumidor (IHPC), registou-se uma variação homóloga de 5,5%, representando o valor mais elevado desde o início do IHPC, em 1996.

Publicidade

Esta taxa é superior em 1,1 pontos percentuais à do mês anterior e inferior em 2,0 pontos percentuais ao valor estimado pelo Eurostat para a área do Euro, “refletindo sobretudo diferenças apreciáveis no comportamento dos preços dos bens energéticos, em particular da eletricidade”, apontou o INE.

Assim, excluindo produtos alimentares não transformados e energéticos, o IHPC em Portugal atingiu uma variação homóloga de 4,1% em março, superior à taxa correspondente para a área do Euro (estimada em 3,2%), “apresentando um perfil ascendente muito pronunciado”.

O IHPC registou uma variação mensal de 2,6% (0,5% no mês anterior e 1,5% em março de 2021) e uma variação média dos últimos doze meses de 2,0% (1,5% no mês precedente).

Continuar a ler...

Desporto

Futsal: CR Bougado perde em Vila Nova de Gaia

Publicado

em

Por

Perante o Juventude de Gaia, equipa que desceu dos campeonatos nacionais, o Centro Recreativo de Bougado teve o primeiro dissabor da época, na Divisão de Elite, da Associação de Futebol do Porto.

Em jogo da 2.ª jornada da série 1, a boa réplica dos trofenses na viagem a Canidelo não foi o suficiente para conquistar qualquer ponto e acabaram por sair derrotados por 2-1, numa partida em que o resultado se manteve incerto até ao final.

A formação trofense, que segue no 4.º lugar da prova, com 3 pontos defronta, na próxima jornada, o líder Cohaemato.

Continuar a ler...

Desporto

Bougadense volta a vencer

Publicado

em

Por

O Atlético Clube Bougadense bateu, esta tarde, o AC Milheirós, por 1-0, em jogo da 4.ª jornada da série 1 da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto.

A jogar perante os seus adeptos, o golo solitário de Maciel bastou para dar aos bougadenses o segundo triunfo consecutivo na competição e colocar a equipa no 3.º lugar, com sete pontos, em três jogos realizados.

Na próxima jornada, a formação da Trofa desloca-se ao terreno do atual segundo classificado, Lavrense, onde espera manter o registo do bom início de época.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);