quant
Fique ligado

Covid-19

INDAQUA OFERECE 30 COMPUTADORES À COMUNIDADE TROFENSE

Publicado

em

30 estudantes da Trofa que vão ter acesso a um portátil e uma pen de banda larga, que garante o acesso à internet num atípico 3º período em telescola, disponibilizados pela INDAQUA.

Esta ação de responsabilidade social promovida pela INDAQUA está inserida num conjunto mais vasto que engloba mais de uma centena de famílias, sinalizadas por diversas autarquias e instituições de solidariedade social nos concelhos de Vila do Conde, Trofa, Santo Tirso, Oliveira de Azeméis e São João da Madeira, que vão receber assim, um computador portátil e uma pen de banda larga que garante o acesso à internet num atípico 3º período em telescola.

A nova realidade do ensino à distância está a criar constrangimentos a várias famílias que neste momento não dispõem de equipamentos informáticos ou acesso à Internet para acompanhar as aulas a partir de casa. Num esforço conjunto entre o Grupo INDAQUA e várias Câmaras Municipais, vão ser entregues, a partir desta semana, computadores portáteis e dispositivos móveis de acesso à Internet a cerca de 150 crianças e jovens carenciados.

A 13 de maio, A INDAQUA efetuou a entrega dos 30 computadores à Câmara Municipal da Trofa, destinados à comunidade trofense. Além da pen de banda larga, que inclui acesso gratuito à Internet durante os próximos 3 meses, será também oferecida uma mochila de transporte.

A ação, que integra o ativo plano de responsabilidade social da empresa, reforçado no contexto COVID-19, foi operacionalizada “em tempo recorde e em estreita coordenação com os organismos sociais de cada município. Entre as necessidades identificadas contava-se a escassez de equipamentos informáticos, pelo que não hesitamos em garantir esse apoio aos mais jovens para que possam completar o ano letivo dentro da normalidade possível”, afirma Luís Lourenço, Head of Communications do grupo INDAQUA.

Face a esta oferta, destinada às crianças e jovens da Trofa, que não têm acesso aos meios tecnológicos necessários para acompanhar o estudo à distância, o Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Sérgio Humberto, agradece e enaltece o gesto da INDAQUA que “é mais um testemunho do papel importante que cabe às empresas e, de uma forma geral, à sociedade civil, no apoio ativo às comunidades onde estão inseridas”.

O Edil Trofense reforça ainda que a “educação é um dos pilares do mundo atual, e é por isso, fundamental incentivar as nossas crianças e os nossos jovens a prosseguirem os seus estudos, mesmo num contexto de pandemia, em que os desafios são diários, e em que a disponibilização de um computador é essencial para aceder às plataformas educativas”.

Publicidade

Recorde-se que desde o início da pandemia que a INDAQUA tem em marcha um vigoroso plano de ação para apoiar autarquias e comunidades no combate ao novo coronavírus. No mês passado, por exemplo, arrancou com uma operação de desinfeção de ruas e espaços públicos nos concelhos de Santa Maria da Feira, Matosinhos, São João da Madeira e Vila do Conde.

Sobre a INDAQUA: 

A INDAQUA – Indústria e Gestão de Água, S.A., participada do Grupo Miya, dedica-se há mais de 25 anos ao setor ambiental, integrando diversos serviços e competências que permitem, com uma equipa de 560 colaboradores, operar todo o ciclo da água doméstica.

Especializando-se na gestão de sistemas de abastecimento de água para consumo humano e de saneamento de águas residuais, a INDAQUA tornou-se no maior operador privado português no âmbito das concessões municipais, servindo um universo de 600.000 pessoas. Fafe, Santa Maria da Feira, Matosinhos, Oliveira de Azeméis, Santo Tirso/Trofa e Vila do Conde são as seis concessões municipais operadas pela INDAQUA, a que se juntam uma participação numa empresa municipal (São João da Madeira) e, a nível internacional, uma empresa de serviços de consultoria e assistência técnica, em Angola.

A INDAQUA dispõe ainda de serviços que vão desde os contratos baseados em performance à conceção e gestão de projetos e ainda à integração de soluções de desempenho de base tecnológica, visando sempre uma melhor gestão dos recursos hídricos.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Covid-19

Índice de transmissão COVID-19 volta a subir para os 1,06 em Portugal

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

Publicado

em

Por

Segundo o relatório semanal do INSA sobre a evolução da covid-19, o Rt – que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus — aumentou ligeiramente de 1,02 para 1,06 a nível nacional.

De acordo com o documento, as sete regiões do país estão agora com um Rt superior a 1, sendo mais elevado na Madeira (1,40), seguindo-se os Açores (1,31), o Algarve (1,11), Lisboa e Vale do Tejo (1,08), o Norte (1,06), o Alentejo (1,04) e o Centro (1,01).

O Alentejo foi a única região que manteve o valor do Rt em relação à semana anterior, tendo as restantes seis regiões registado um aumento do valor médio deste indicador.

O INSA refere ainda que o número médio de casos diários a cinco dias também sofreu um aumento, passando dos 2.642 para os 2.952 a nível nacional, sendo ligeiramente mais baixo no continente (2.784).

Apesar desse aumento, a média de novos contágios diários continua a ser uma das mais baixas registadas ao longo deste ano.

A mais elevada ocorreu no final de janeiro, altura em que chegaram a ser notificados 49.795 casos na média a cinco dias.

“No comparativo europeu, Portugal apresenta a taxa de notificação acumulada de 14 dias entre 240 a 479.9 casos por 100.000 habitantes e um Rt superior a 1, ou seja, uma taxa de notificação elevada e com tendência crescente”, adianta o instituto.

Publicidade

O INSA estima que, desde 02 de março de 2020, quando foram notificados os primeiros casos, até 23 de setembro, Portugal tenha registado um total de 5.483.226 infeções pelo vírus que provoca a covid-19.

Continuar a ler...

Covid-19

Campanha de vacinação da covid-19 e da gripe arranca na quarta-feira

Publicado

em

Por

A campanha de vacinação do outono-inverno contra a covid-19 e a gripe vai ser iniciada na próxima quarta-feira, com o objetivo principal de proteger as pessoas mais vulneráveis, anunciou hoje a diretora-geral da Saúde.

“No âmbito das linhas orientadoras para a covid-19 e outras infeções por vírus respiratórios no outono-inverno de 2022-2023, inicia-se no próximo dia 07 a campanha de vacinação sazonal que decorrerá, tal como no ano passado, simultaneamente para a covid-19 e para a gripe”, adiantou Graça Freitas em conferência de imprensa.

Segundo disse, os principais objetivos para as próximas estações de outono e inverno passa por proteger a população mais vulnerável, prevenindo a doença grave, a hospitalização e a morte por covid-19 e por gripe, e mitigando o impacto dessas doenças nos serviços de saúde.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);