“Hoje foi uma festa de Natal diferente das outras”. Bem ao seu estilo, Miguel 7 Estacas não escondia a felicidade pela homenagem feita na terra que o viu nascer. A distinção teve o cunho do Rotary Club da Trofa, que quis relevar os 30 anos de carreira do comediante natural de Santiago de Bougado.

Além da família do trofense e dos membros rotários, a cerimónia, realizada em mais uma reunião do clube no restaurante Julinha, em Bairros, contou, entre os mais de cem convidados, com a presença de vários humoristas de referência nacional, como Fernando Rocha, Óscar Branco, Hugo Sousa, João Seabra, Joel Ricardo Santos, Rui Xará e Jaimão, que têm acompanhado de perto o trabalho feito por Miguel 7 Estacas.

“Recebi aqui a família em peso, além da tradicional. Foi uma homenagem que me deixou muito honrado e é tão bom quando temos pessoas da nossa terra a prestar este tipo de homenagens. Não estava à espera, foi uma agradável surpresa, só posso estar muito agradecido por quem tomou a iniciativa e para todos os outros que colaboraram para que acontecesse”, referiu o comediante trofense em declarações ao NT.

O presidente do Rotary Club da Trofa, Luís Filipe Moreira, explicou o sentido da homenagem: “Exaltar o mérito, esforço e dedicação profissional, realçando os serviços prestados à comunidade”. Ressalvando a “opção” do comediante em manter as raízes, continuando a viver em Cidai, o dirigente rotário referiu que Miguel 7 Estacas é “inspiração para todos” pela “dedicação esforço e empenho”, tendo recuperado “em tempo recorde” de um acidente grave que sofreu, em 2015, e estar a alimentar “uma vida profissional ativa, com os palcos a serem novamente a sua segunda casa”.

“Juntos, celebramos todo o serviço que prestaste à cultura e comédia portuguesas. Miguel, efetivamente, pegaste de estaca na comédia portuguesa. Tenho a certeza que continuarás a mudar a vida de tantos trofenses, dando-lhes a oportunidade de sorrirem”, disse, ao humorista, Luís Filipe Moreira, durante a cerimónia.

Miguel Costa, que adotou ao nome próprio juntou “7 Estacas” para se apresentar profissionalmente, começou a carreira de comediante em 1989, num bar localizado na Trofa, de nome “Geometria-bar”.

Adaptando anedotas ao seu estilo e inspirando-se em Óscar Branco, o humorista de Cidai foi conquistando palcos até chegar a um dos mais desejados do início do século, o do programa televisivo “Levanta-te e Ri”, que catapultou muitas carreiras, como a de Fernando Rocha. Neste formato, Miguel 7 Estacas fez parte de mais de 30 sessões.

Senhor Limpinho, Mágico Urini; Bombeiro Meireles; Nando pescador; Agente fermino; Nélson “O Guna do Aleixo”, Nelinho e Zé Vitor são algumas das personagens que ajudam a sustentar o sucesso de Miguel 7 Estacas na comédia, que, depois do acidente, voltou ao auge com o espetáculo “Fugir à Retina”. Além de participar em vários espetáculos, está em tour com o espetáculo “7ESTACAS.zip”.