“Venham ver e brincar um pouco connosco, porque depois de brincarem e de lhes ser mostrado o que o Grupo faz, certamente que vão gostar e ficar”. O convite é da coordenadora Laura Campos, que convida os jovens dos “quatro aos 16 anos” a comparecerem nos ensaios e a fazerem parte do Grupo de Tradições Infantis de Cidai, para que as nossas tradições se mantenham vivas. Os ensaios são às sextas-feiras, entre as 21 e 23 horas, na sede do Rancho Folclórico da Trofa, que fica situada na Urbanização da Barca.

A coordenadora explicou que a mudança de instalações da antiga escola de Cidai para o centro da cidade esteve relacionada com a diminuição de crianças no grupo. “Em 2013 tive 22, em 2014 tinha 18 e, este ano, sobretudo os rapazes foram saindo e senti-me sem crianças para continuar o trabalho que estava a fazer. Sugeri à ACRESCI (Associação Cultural Recreativa e Social de Cidai) que viéssemos para a Trofa, que teríamos mais crianças e o acesso seria mais fácil”, acrescentou, declarando que o Rancho Folclórico da Trofa cedeu as instalações de “uma forma simpática”.
Laura Campos sabe que a “cultural tradicional é uma questão difícil de as pessoas entenderem”, mas pede a “quem tiver gosto e quiser que as crianças preservem as nossas tradições” para as “incentivar” a fazer parte do Grupo, porque podem “extravasar a alegria que têm”, ao mesmo tempo que “aprendem a cultura tradicional”. “As crianças são versáteis e conseguem socializar com facilidade, o que é preciso é que não sejam influenciadas por outros colegas que dizem que isto é vergonha. Esta forma de estar e de se divertirem é extremamente saudável”, referiu.
Trava línguas, adivinhas, pião, corrida dos sacos, saltar à mosca e ao eixo são algumas das brincadeiras que podem aprender no Grupo. A coordenadora garante que este tipo de brincadeiras são, “aos olhos das crianças de hoje pura ficção”, porque são “brincadeiras que as crianças não utilizam hoje”, preferindo “os telemóveis e os tablets”, que, na sua opinião, “empobrecem a parte social das crianças”. “Aqui estão melhores do que enfiadas em casa, preservam uma coisa que é nosso e aprendem a preservar tanto a parte material como imaterial do património”, concluiu.
O Grupo de Tradições Infantis de Cidai vai marcar presença na iniciativa Sextas Com Vida, esta sexta-feira, no Centro Comercial da Vinha, com o intuito de divulgar o que fazem e captar mais crianças e jovens.

Foto: arquivo 2014