O Governador do Distrito 1970 fez uma visita oficial ao concelho da Trofa, a 4 de outubro, que culminou com um jantar festivo no Julinha Gourmet.

“Foi extremamente gratificante vir à Trofa e sentir o pulsar deste clube”. Foi desta forma que António Custódio Vaz, Governador do Distrito 1970, referiu-se à visita oficial que realizou no concelho, que contou com algumas visitas e reuniões.

António Custódio Vaz afirmou que, durante esta visita, sentiu o “pulsar do sentimento, do afeto, do carinho, da generosidade e da paixão com que se entregam às causas sociais”. “As instituições e o Rotary da Trofa fazem um trabalho notável e que é digno de enaltecer, ajudando quem necessita, combater as injustiças e ajudando a proporcionar os cuidados básicos a quem necessita”, reforçou.

Já o presidente do Rotary Club da Trofa, Júlio Paiva, fez um “balanço positivo” desta visita, porque o Governador conseguiu ver que na Trofa existe “um clube que trabalha com o coração e que trabalha e se preocupa com a comunidade”.

“Ser rotário é isso. Dar de si antes de pensar de si”, elencou. Na sessão, onde estiveram presentes “95 pessoas” entre o “Rotary Club de Vila Nova de Famalicão, Vizela e Valongo e entidades oficiais”, o Rotary Club da Trofa entregou “um cheque para a Fundação Rotária Portuguesa, que é responsável pelos projetos que apresentam em prol de instituições”.