GNR percorreu as ruas do concelho da Trofa para sensibilizar comerciantes a tomar medidas preventivas contra roubos.

 Segundo as estatísticas, durante o mês de dezembro, com o aumento das transações monetárias e aquisição de bens, há uma tendência crescente para roubos a estabelecimentos comerciais.

Numa lógica preventiva, a Guarda Nacional Republicana está a promover o programa “Comércio Seguro” por todo o território nacional. A ação também passou pela Trofa, com os militares da secção de operações especiais do destacamento de Santo Tirso da GNR a percorrerem as principais ruas de comércio da Trofa. O discurso dos militares juntos dos comerciantes por medidas de segurança de segurança e autoproteção para evitar a visita dos amigos do alheio.

“Os comerciantes devem criar condições como colocar câmaras de videovigilância e arranjar uma forma de conseguirem guardar-se num roubo violento. E se forem alvo de algum tipo de ilícito, tentarem contactar a GNR o mais rapidamente possível, para que se possa deter os indivíduos”, aconselhou o capitão Flávio Sá, comandante do destacamento.

Para amplificar os benefícios desta ação, o destacamento da GNR aproveitou para criar uma base de dados de todas as lojas existentes em todo o concelho da Trofa, para possibilitar “um policiamento mais próximo” no futuro. “Como a Guarda tem uma grande área de atuação, esta ação permite saber onde estão as lojas, a que distância fica do posto e qual é a forma mais rápida de chegar àquele local”, complementou.

Trofa é um concelho “seguro”

Segundo os dados da GNR, a Trofa tem sido um concelho “seguro” no que respeita a crimes contra o comércio. “O número de ilícitos relacionados com comércio está muito abaixo do que tem sido a realidade nacional”, afirmou o comandante do destacamento que referiu ainda que o número participações de crimes deste tipo “baixou relativamente ao ano passado”.

A ação de sensibilização do destacamento decorreu nos concelhos da Trofa, Santo Tirso e Valongo.