“Este ribeiro que, no inverno costuma ter água limpa, foi usado como fossa a céu aberto”. O alerta foi dado por um leitor ao NT, por email, em que deu conta de uma situação que considerou “vergonhosa”. Amaro Silva deparou-se com um cenário difícil de acreditar, mas que as fotos documentam: a casa de banho portátil usada durante a ExpoTrofa, na zona envolvente à estação de comboios, tinha um cano que direcionou todos os dejetos para o ribeiro de Paradela. Parte do cano foi tapado por um pano preto e até uma grade da Câmara Municipal da Trofa foi lá colocada para impedir a passagem. O ribeiro situa-se junto à sede dos Escuteiros de S. Martinho de Bougado e prossegue até junto de residências. A fossa a céu aberto lá perdurou pelos dias da ExpoTrofa, contaminando o canal de água, num cenário que deveria envergonhar quem permitiu que tal acontecesse.