Alunos da Forave participam no projeto Twist, que visa a importância da sensibilização da eficiência energética e alterações climáticas.

Eletrogénios é o nome do grupo dos alunos do 1º ano do Curso Técnico de Eletrónica, Automação e Comando da Escola Profissional Forave. Este grupo conta com o apoio de Inês Patrocínio Silva, professora de Eletricidade
e Eletrónica, e da monitora Liliana Santos, que está encarregada de responder a todas as dúvidas dos alunos no projeto twist.

No dia 29 de novembro, os “twisters” da Forave, denominação dada aos alunos, participaram num workshop regional, na Fundação Engenheiro António de Almeida, no Porto, que consistiu no esclarecimento de dúvidas acerca do projeto, bem com possíveis ações a desenvolver ao longo do mesmo. Além disso, os Eletrogénios participaram numa dinâmica de grupo, sobre o tema em questão.

Já no dia 10 de janeiro, o grupo da Forave inquiriu parte da comunidade escolar, desde alunos, funcionários, professores e membros da direção, acerca dos hábitos de consumo energético. “Com a análise dos inquéritos pudemos concluir que, já antes da ação dos eletrogénios, havia uma consciência razoável por parte da população inquirida relativamente aos hábitos de poupança de energia. Por exemplo, que existe uma certa preocupação no uso de lâmpadas economizadoras, no uso de transportes públicos, na preferência de duche em detrimento do banho de imersão, na poupança de água durante a lavagem dos dentes, prefere a iluminação natural à artificial e que se preocupa em desligar os equipamentos eletrónicos, que não estão a ser utilizados”, afirmam.

Já quando toca à separação do lixo, os resultados não foram muito animadores, visto que “há mais pessoas que não separam o lixo do que as que o fazem”. Através desta recolha de informação, os Eletrogénios concluíram que seria necessário continuar a desenvolver mais ações junto da população.

O que é o Twist?

Twist é um projeto da EDP e da “Sair da Casca”, dirigido aos alunos do Ensino Secundário, com vista à sensibilização para o tema da eficiência energética e alterações climáticas. Estes jovens, denominados twisters, são os principais embaixadores do projeto, que levarão a cabo ações e planos de atuação que permitirão uma maior racionalização do uso da energia elétrica, não só na escola, mas também em casa.

 {fcomment}