Comissão de Festas em honra de Nossa Senhora das Dores já faz “balanço positivo” da romaria. Aníbal Costa mostrou-se satisfeito com o trabalho da sua aldeia.

Há 255 anos milhares de pessoas saem à rua para honrar Nossa Senhora das Dores. Com o passar dos anos, das décadas, dos séculos… a festa cresceu e transformou-se numa das mais importantes referências do concelho e da região. O segredo? Aníbal Costa, presidente da Comissão de Festas parece não ter dúvidas: “O compromisso com Nossa Senhora das Dores de manter esta romaria viva e com saúde”. “Esse é o grande motivo que faz com que esta festa tenha mais de 250 anos e assim continuará, se houver essa força por trás. De outra maneira, não quer dizer que não se faça, mas não com este esplendor e riqueza”, acrescentou.

A história faz-se com as diferentes aldeias de S. Martinho de Bougado que, ano após ano, fazem o seu melhor para honrar a santa. Este ano são os moradores do Paranho os responsáveis por manter a tradição: “Somos uma aldeia muito unida, temos uma comissão excelente, com a participação voluntária de muita gente, que dá a camisola e mais pelas festas. Fazem isso por dedicação à Nossa Senhora das Dores e isso não tem preço”, acrescentou.

As festas vão a meio, mas Aníbal Costa já fala em “balanço positivo” do ponto de vista organizacional e, em “termos monetários”, também espera que “assim seja”. “Este é um mês em que entra muita receita e estamos convencidos que vamos ter um saldo positivo. O grande objetivo de todo este trabalho é chegar ao fim e termos verbas para cobrir as despesas das festas”, defendeu.

Para isso muito contribui o bar que a comissão explora, no Parque Nossa Senhora das Dores: “O bar é um êxito. Todas as comissões dizem o mesmo e está provado”.

O programa das festas está a ser cumprido e Aníbal Costa está contente com a vida que o Parque Nossa Senhora das Dores ganhou nas últimas semanas, com iniciativas como o Concurso de Bandas de Garagem, o Festival da Canção Ligeira ou o Festival Internacional de Folclore. “No dois eventos surgiram uma série de artistas de muito mérito e valor. Quem venceu o Festival da Canção será, com certeza, ouvido muitas vezes nos próximos anos”, defendeu.

As Festas em honra de Nossa Senhora das Dores decorrem até 23 de agosto, com atividades e espetáculos para todos os gostos a decorrer no Parque.

 {fcomment}