De 7 a 9 de agosto, S. Romão do Coronado vai aprumar-se para a festa em honra de Santa Eulália.

Não foi fácil preparar as festas de Santa Eulália, uma vez que a paróquia esteve muito empenhada nas obras de restauração da Igreja de S. Romão, mas a comissão de festas liderada por Domingos Araújo cumpriu o desejo do pároco Rui Alves e não deixou que a festa não se realizasse. “Foi preparada com muito sacrifício, porque a comissão esteve empenhada nos cortejo para a Igreja e esteve parada durante três meses, mas o nosso esforço valeu a pena e só temos de estar orgulhosos daquilo que conseguimos organizar”, afirmou o responsável, em declarações ao NT.

Com um orçamento “muito mais reduzido do que o normal” e a rondar os “20 mil euros”, a comissão conseguiu preencher três noites com espetáculos de variedades. A “prata da casa” é a primeira a subir ao palco, ou seja, pelas 21.30 horas desta sexta-feira, 7 de agosto, o grupo de dança da Associação Recreativa e Desportiva do Coronado vai mostrar as coreografias treinadas. Seguem-se os Amigos da Concertina da Maia que animam a festa até às 23.30 horas, altura em que a noite será iluminada com fogo de jardim.
No sábado, a romaria é anunciada, pela alvorada, pelo grupo Juventude em Força, de S. Mamede do Coronado, que vai percorrer as ruas da freguesia.

A noite está reservada para Tiago Maroto e a sua Banda, que atuarão até quase à meia-noite. Um novo espetáculo de fogo de jardim e granadas computorizadas encerram o segundo dia de festa.

Domingo começa com a entrada da Banda Velha União Sanjoanense, pelas 8.30 horas. A missa em honra de Santa Eulália está marcada para as 10.30 horas. A festa continua à tarde, com a entrada da Fanfarra dos Bombeiros de Moreira da Maia, às 15.30 horas. Pelas 17 horas sai à rua a procissão em honra de Santa Eulália.

Para a noite está reservado um espetáculo de variedades com o Arraial Show e fogo de jardim.