Este ano, as festas de S. Gens aproximaram-se das que se realizavam antigamente, afirmou Manuel Ramalho, que destacou a procissão, com mais andores e muitos peregrinos. Programa da romaria termina com Dia das Gentes do Mar, no dia 17 de setembro.

As festas de S. Gens, em Cidai, Santiago de Bougado, tiveram o sabor de outros tempos. A procissão foi “grandiosa” e muito participada. Aos habituais três andores, de S. Gens, Nossa Senhora da Alegria e Santo António, juntou-se um outro com S. Miguel, fruto de promessas feita por peregrinos. 

Manuel Ramalho, da comissão de festas, estava satisfeito com a “beleza” da procissão que “está a voltar ao antigamente”. “Sem querer estamos a voltar ao passado. Foi uma procissão grande, com muitos peregrinos”, contou. 

Para a realização da romaria, a comissão de festas teve de fazer “uma economia tremenda”, fazendo “render as receitas”, grande parte delas oriundas das “esmolas dos peregrinos”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

{fcomment}