quant
Fique ligado

Edição 444

Feliciano Castro assumiu presidência da Junta de Freguesia (C/video)

Publicado

em

30 anos depois, Junta de Freguesia de Covelas tem novo presidente

Covelenses não quiseram faltar à tomada de posse dos membros eleitos para a Assembleia de Freguesia de Covelas, que decorreu na noite de sexta-feira, 18 de outubro. Feliciano Castro assumiu a presidência da Junta de Freguesia e Laurinda Martins a mesa da Assembleia.

Depois de ter sido tesoureiro da Junta de Covelas presidida por Fernando Moreira e de um interregno das lides políticas, Feliciano Castro foi cabeça de lista da coligação Unidos pela Trofa (PSD/CDS-PP) à freguesia, que venceu as eleições autárquicas, a 29 de setembro, com 62,97 por cento dos votos. Na sua tomada de posse, que decorreu na sexta-feira, 18 de outubro, na sede da Junta de Freguesia, Feliciano Castro afirmou que sentiu “orgulho” com a eleição e que sente “uma grande responsabilidade” por ser o próximo autarca de Covelas, sucedendo a Fernando Moreira, que liderou os destinos da freguesia durante 30 anos.

Leia a reportagem completa na edição nº 444 do jornal O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 444

Projeto “Cuida-te” esclareceu jovens sobre a sexualidade

Publicado

em

Por

Alunos da Escola Básica 2/3 de S. Romão puderam tirar dúvidas sobre a sexualidade, consumos, nutrição e exercício físico, ao longo da manhã do dia 16 de outubro.

“Tens dúvidas? Atreve-te! Entra e fala connosco.” Estava lançado o desafio aos jovens da Escola Básica 2/3 de S. Romão, para entrarem na unidade móvel, estacionada no pátio da escola, e participarem numa sessão de aconselhamento sobre sexualidade, consumos, nutrição e exercício físico.

Esta é uma das cinco medidas do programa “Cuida-te”, que é desenvolvido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude, I.P. (IPDJ) com “diversas “entidades parceiras”, com o “principal objetivo de trabalhar na área da saúde juvenil e na promoção de estilos de vida saudáveis”. “As unidades móveis, devidamente apetrechadas e com uma equipa técnica especializada na área da saúde juvenil, deslocam-se para realizar o atendimento e aconselhamento aos jovens, bem como realizar ações de sensibilização”, pode ler-se na página do programa.

Ao longo da manhã do dia 16 de outubro, “22 alunos, sinalizados pela escola,” entraram na unidade móvel para conversarem, durante “15 minutos”, com Rita Moreira, psicóloga e colaboradora da Associação para o Planeamento da Família (APF) da delegação norte, sobre a sexualidade. Segundo Rita Moreira, no início das sessões, que “normalmente são divertidas” e decorrem com “algum embaraço”, os jovens “podem se fazer um bocadinho de difíceis” devido ao tema, mas depois “costumam ser de alguma facilidade de comunicação e muitas vezes até surgem algumas questões fundamentais que acho que podem fazer a diferença”, sendo “obrigatório parar para pensar nelas”.

Ana Costa, Ana Ferreira e Ana Monteiro, do curso de Educação e Formação de Jovens (CEF), foram três das alunas que passaram pela unidade móvel e estiveram à conversa com Rita Moreira. Para a primeira, estes projetos são “importantes” por ser uma forma de “as pessoas que têm dúvidas” puderem falar com “a psicóloga”. Também Ana Ferreira achou o projeto “muito interessante”, pois como “normalmente já há jovens com 15 anos que já namoram e devem ter dúvidas”, devem aproveitar este espaço para “esclarece-las, para que tenham relacionamentos seguros e uma saúde boa”. Opinião partilhada por Ana Monteiro, que acrescentou que caso “uma pessoa que namora tenha dificuldades em colocar o preservativo, aqui aprende a pô-lo”.

A presença da unidade móvel na escola de S. Romão é da responsabilidade da delegação da Trofa da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), que apresentou “candidatura” ao programa “Cuida-te”, que proponha que, durante “quatro dias”, esta passa-se pelas “Escola Secundária da Trofa, EB 2/3 Professor Napoleão Sousa Marques, de S. Romão e de Alvarelhos”, permitindo que fossem “contempladas com estas sessões de esclarecimento”. A candidatura foi “vencedora”, mas “não foi possível por parte do IPDJ cumprir” com o que tinha sido proposto.

Na hora de escolher uma escola para acolher a unidade móvel, a CVP trofense optou pelo Agrupamento de Escolas do Coronado e Covelas. Carla Lima, técnica da instituição, referiu que escolheram este Agrupamento, por ser onde têm “mais intervenção”, com quem já têm “uma ligação de há muito tempo”, “uma maior proximidade” e um “melhor” conhecimento da “realidade”. Quando foi feita a “proposta” à direção do Agrupamento, esta considerou que “deveria de ser na EB 2/3 de S. Romão”.

Publicidade

A ideia de concorrer a este projeto surgiu na “intervenção” que iam tendo “junto das escolas”, onde verificaram que “o tema da sexualidade ainda não estava muito abordado e que faziam faz e continua a fazer falta”, sendo da opinião que “o tempo do programa é muito curto para as necessidades que existem na comunidade educativa”. Na opinião da técnica, o programa “devia de ser repetido” por ser “uma mais-valia que aconteça”, pois, “por muito que os jovens falem com os professores, que existam programas de sexualidade, é sempre diferente falar com alguém de fora, alguém da APF, e é sempre diferente a maneira como as vezes se abordam as questões”.

Continuar a ler...

Edição 444

Forave distinguiu 52 alunos por mérito escolar

Publicado

em

Por

A Escola Profissional Forave atribuiu diplomas e prémios de mérito e distinção a 52 alunos, que durante o ano letivo 2012/2013 tiveram um bom desempenho escolar.

“É um marco determinante dentro da escola como para os alunos”. Foi desta forma que Carlos Gonçalves, presidente da direção da Forave, se referiu à cerimónia de entrega de diplomas e prémios de mérito e distinção, que se realizou nas instalações da escola profissional ao final da tarde de segunda-feira, 21 de outubro.

De forma a “fomentar uma cultura de elevados padrões, na procura de saber mais para ser e fazer melhor”, a Forave criou, em 2011, o “Programa de Mérito e Distinção” que tem como “principais objetivos reconhecer a qualidade de estudo e de trabalho com reflexo nos resultados escolares, incentivar os alunos no seu desenvolvimento pessoal, académico e profissional, promover a competitividade e o empreendedorismo, motivar os alunos para a carreira, promover a ligação entre os alunos e as empresas, distinguir e premiar a excelência escolar, premiar os alunos que desenvolvam as melhores Provas de Aptidão Profissional (PAP) e os melhores Projetos Técnicos, facilitar o ingresso dos alunos no mercado de trabalho e incentivar o prosseguimento de estudos”.

Para isso desafiou “alguns dos seus parceiros” para se juntarem a este Programa e atribuírem “prémios de excelência aos melhores alunos dos cursos profissionais da escola”. “O êxito desta iniciativa não só permitiu que pelo segundo ano consecutivo tivéssemos alunos motivados para a excelência a quem foram atribuídos os prémios, como também alargou o número de empresas patrocinadoras dos prémios”, contou Manuela Guimarães, direta pedagógica.

Durante a cerimónia decorreu a assinatura de protocolos de “cooperação” entre a Forave e mais três empresas, o que possibilitou criar os prémios “Passaporte Emprego”, “Excelência Tecnológica” e “C-ITA”. O “Prémio Passaporte Emprego”, patrocinado pela empresa Preh Portugal Lda – Componentes Eletrónicos para Automóveis, atribui “um estágio profissional de 12 meses ao melhor aluno do curso de Eletrónica, Automação e Comando e ao melhor aluno do curso de Manutenção Industrial”. Já o “Prémio Excelência Tecnológica,” patrocinado pela empresa Setlevel-Projecto e Implementação de Sistemas de Automação Lda, atribui “um estágio profissional de 12 meses ao aluno que se distinga pelo empenho e excelência técnica na área de eletrónica, automação e comando”, enquanto que o “Prémio C–ITA”, patrocinado pela empresa Continental – Indústria Têxtil do Ave S.A, atribui “um estágio profissional de 12 meses ao melhor aluno do curso Profissional de Gestão”.

De seguida, foram entregues 47 diplomas aos finalistas 2012/2013 do CEF de Apoio Familiar e à Comunidade, Curso Profissional de Gestão e Curso Profissional de Eletrónica, Automação e Comando, e “certificados de mérito” a Mara Catarina Salgado Lopes (CEF de Apoio Familiar e à Comunidade), Cátia Alexandra Oliveira Santos (Curso Profissional de Técnico de Gestão) e José Eduardo da Costa Leite (Curso Profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Comando).

O diplomado Hugo Manuel Araújo Machado recebeu o prémio ContiBest, por ter sido o “melhor aluno 2013 do Curso Profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Comando”, e José Eduardo da Costa Leite, do Curso Profissional de Técnico de Eletrónica, Automação e Comando, recebeu o prémio ProjectYour Future, por ter tido a “Melhor PAP 2013” com o tema de projeto “Controlo de Logística”.

Publicidade

A cerimónia ficou ainda marcada por “um momento musical” dedicado a “todos os alunos da escola” pelos “professores”, por uma palestra onde cinco empresas mostraram a sua perspetiva de “cinco competências para uma carreia de sucesso” e “uma homenagem a Fernando Pinheiro”.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);