Junta de Freguesia do Coronado promove, a partir deste domingo, a Feira de Artesanato e Velharias.

O Largo da Feira Nova, em S. Mamede, recebe no segundo domingo de cada mês a Feira de Artesanato e Velharias do Coronado. A mostra decorre entre as 10 e as 17 horas.

A iniciativa é da Junta de Freguesia do Coronado e começa este domingo, a partir das 10 horas. O presidente da Junta, José Ferreira, explicou que “o grande objetivo” desta Feira “é criar oportunidade e uma opção de rendimento para algumas famílias e pessoas que atualmente se encontram desempregadas e que se dedicaram, quase por necessidade, ao artesanato e à recolha de peças antigas”.

Desafiado pela técnica do Gabinete de Inserção Profissional, que “atende pessoas e famílias desempregadas que não estão a receber qualquer tipo de apoio da Segurança Social e do Instituto de Emprego”, e “atentos” à dificuldade de “vender e comercializar quer artesanato quer antiguidades”, o executivo da Junta de Freguesia decidiu organizar esta edição da Feira de Artesanato e Velharias do Coronado.

Para poderem vender as suas peças, as pessoas têm que fazer “uma inscrição prévia” na Junta de Freguesia, para saber que “tipo de artigos vendem”, e lhes ser “atribuído um espaço”. “A presença é gratuita. A pessoa pode vender e conseguir alguma fonte de rendimento vendendo aquilo que tem”, completou José Ferreira.

O presidente denotou que têm “muitos inscritos” e que o lugar, que “não é grande, está praticamente preenchido”. “Estou convencido que com o desenrolar mais inscrições surgirão e vamos ter alguma dificuldade depois de encontrar espaço disponível no Largo para acomodar tanta gente”, declarou.

Depois de ter anunciado a realização da primeira edição da Feira, a Junta recebeu “imensas inscrições”, tendo que “preterir algumas, porque o tipo de venda de artigos não se enquadrava nas velharias e no artesanato”.