feira-anual-inauguracao

Durante os próximos três dias, a Trofa garante ser a capital da pecuária e agricultura do país e promete atrair os 100 mil visitantes que, no ano passado, marcaram presença na Feira Anual da Trofa. O tempo chuvoso e a baixa temperatura acompanharam a abertura solene da edição de 2009 do certame, assinalada pela visita de várias entidades oficiais aos vários expositores da Feira, num dia dedicado também à presença das crianças dos jardins-de-infância e escolas do primeiro ciclo do concelho.

Apesar da chuva com que S.Pedro brindou o dia da abertura oficial da feira, as expectativas elevadas mantêm-se em relação à Feira que, após 63 anos de realização, continua a superar barreiras. A apreciação das primeiras horas do certame é de “grande satisfação”, segundo José Sá, presidente da Junta de Freguesia de S.Martinho de Bougado, entidade organizadora da Feira Anual da Trofa.

“Esta é a mais ampla e a mais diversificada feira, que irá atingir o mais alto patamar de sempre”, considerou o responsável, garantindo que “o sucesso do primeiro dia já está a ser alcançado”.

“Um ex-libris da Trofa”. É assim que Bernardino Vasconcelos, presidente da autarquia, classifica a Feira Anual da Trofa, que nas primeiras horas do certame fez já um balanço “extremamente positivo”.

“Fico muito satisfeito e orgulhoso pela forma como esta feira este ano subiu mais um conjunto de degraus em termos de qualidade e de espaço”, afirmou o edil, sublinhando que “esta Feira Anual, com 63 anos, tem nos últimos anos sido um ex-libris da Trofa”.

Concursos pecuários, espectáculos equestres, uma monumental garraiada e até chegas de touros e bois são algumas das actividades a assistir na Trofa, que este fim-de-semana é palco da maior feira de pecuária e agricultura da região do Norte.