Select Page

Feira Anual da Trofa: Junta de Freguesia reza por bom tempo à espera de milhares de visitantes

Feira Anual da Trofa: Junta de Freguesia reza por bom tempo à espera de milhares de visitantes

“Temos um legado que devemos manter. Compete-nos arranjar alternativas, quais ainda não posso dizer”. Foi desta forma que Luís Paulo reconheceu o “novo problema” que a Junta de Freguesia enfrenta com a perspetiva de venda dos terrenos que eram emprestados para a logística da Feira Anual da Trofa. Se a falta de espaço era já um problema, a nova realidade obrigará a Junta a preparar condições para o futuro. Mas, para este ano, tudo continua na mesma, e a expectativa é que S. Pedro seja amigo e milhares de pessoas encham o recinto.

A feira e mercado da Trofa volta a transformar-se para acolher a Feira Anual, evento da Junta de Freguesia de Bougado, que este ano se realiza de 1 a 3 de março.

A organização quer manter os padrões de qualidade que deram à iniciativa o estatuto de uma das maiores feiras agropecuárias do País. Disso mesmo falou o presidente da Junta de Freguesia, na entrevista de antevisão do certame concedida ao NT. “Em termos de disposição, a Feira Anual mantém-se como o ano passado. A mudança que fizemos há três anos foi bem-sucedida, por isso resta-nos consolidar o conceito”, referiu Luís Paulo.
Mas a qualidade trouxe novos desafios à organização e se, fruto de crescimento do evento, o espaço foi-se tornando uma das principais dificuldades, atualmente, a perspetiva é que esse “problema” se torne maior a curto prazo, já que os terrenos que eram “emprestados” à Junta para questões de logística “estão à venda”.

“É um problema que vamos ter de resolver”, assinalou o autarca que garantiu que está fora de questão deixar de organizar a Feira, pelo que é premente “refletir” numa solução. “Temos um legado que devemos manter. Compete-nos arranjar alternativas, quais ainda não posso dizer”, adiantou, sem excluir a hipótese de uma nova localização para a Feira Anual.
Esta questão estende-se até à organização da vertente equestre do certame, este ano de novo à responsabilidade da associação Equestrian Events. “Eles têm feito um bom trabalho. Sei que eles gostariam de ter mais condições e nós gostaríamos de as dar. É como digo, temos de fazer alguma coisa no futuro e este executivo compromete-se a preparar essas condições, porque é muito mau termos toda aquela logística e investimento e, depois, por causa do tempo, não conseguirmos fazer nada”, sublinhou Luís Paulo que mantém “a fé” de que S. Pedro poderá reservar para aquele fim de semana condições meteorológicas convidativas.

O programa da Feira Anual da Trofa é vasto e conta com a abertura oficial às 10 horas de 1 de março, sexta-feira, seguindo-se o concurso de preparadores e manejadores da raça Holstein Frísia, e à noite a monumental Garraiada. A noite será ainda animada pelo humorista Fernando Rocha e os DJ Los Bravos.

Já no sábado, dia 2, o destaque vai para os vários concursos pecuários que vão atrair os melhores exemplares das raças Arouquesa, Minhota e Holstein Frísia.

Quanto à vertente equestre, o concurso de Modelo e Andamentos é um dos momentos altos da programação.

A noite de sábado será animada pela Banda Myllenium e encerrará com os DJ Iven R e Alex Casal.

Já no domingo, a animação da feira arranca bem cedo com o Campeonato Regional de Derby de Atrelagem, no picadeiro, e com os concursos da Raça Barrosã e Holstein Frísia, numa das tendas do certame. A concentração de concertinas e cantares ao desafio promete animar os amantes da música popular e, já de tarde, é expectável que recinto se encha com o Festival de Folclore e as Cavalhadas.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização