A Vaca Grande Campeã da Feira Anual da Trofa de 2011 é de Filipe Couto Reis. O criador trofense arrecadou um dos maiores prémios do evento.

Foram precisos alguns minutos para Filipe Couto Reis ver reconhecido o trabalho de um ano inteiro. O criador trofense viu um dos seus animais ser distinguido com o maior prémio do concurso da Raça Holstein Frísia.

Filipe Couto Reis não escondia a satisfação pela conquista de um dos prémios mais importantes da Feira Anual da Trofa. “Era um desfecho que ansiava”, mas o criador também admitiu que não esperava vencer, elogiando “a coragem” do júri. “Apesar de ser um animal muito correcto, também é muito jovem e só tem um parto. É preciso encontrar um juiz com coragem para o fazer e aproveito para lhe dar os parabéns”, referiu.

Para Filipe Couto Reis a Vaca Grande Campeã “é um animal habituado a vencer desde pequeno”. “Vence em todos os concursos em que participa. Aqui (na Feira Anual), em 2010, foi Grande Campeã Jovem. Este ano é um animal em produção, não tem defeitos e movimentou-se muito bem em pista”, explicou.

Mas não é só o animal que tem veia vitoriosa. Filipe Couto Reis já perdeu a conta aos prémios que arrecadou, mantendo a tradição de família ganhadora. Segundo o criador, já o avô materno ganhava prémios na Feira nas décadas de 50 e 60.

O criador trofense apostou tudo nos animais adultos, já que participou com poucos exemplares jovens da Raça: “Eu estive duas semanas com problemas de saúde e os animais jovens requerem mais tempo, porque precisam de muito maneio e têm de ser treinados”. Mesmo assim, Filipe Couto Reis conseguiu que uma vitela vencesse a primeira secção.

Relativamente à edição deste ano da Feira Anual, o criador da Trofa considera que “tem que ser revista, porque o público não apareceu como o esperado e têm que ser criados incentivos para as pessoas aderirem, porque é uma iniciativa extremamente bem organizada, bonita e bem divulgada”. 

Em segundo lugar do concurso ficou um animal de António Moreira dos Santos, que viu também uma das suas novilhas arrecadar o prémio de Grande Campeã Jovem.

O espanhol Jaume Serrabassa Vila, o júri do concurso, fez um balanço “muito positivo” do evento, destacando “a qualidade dos animais em geral, especialmente os finalistas, tanto nos jovens como nos mais velhos”.

Jaume Vila visitou Portugal “pela primeira vez” e considerou a organização da Feira Anual “muito requintada e correcta”. “Pareceu-me muito interessante”, completou.

A excelência dos animais não passou despercebida ao presidente da Associação de Criadores da Raça Holstein Frísia, Carlos Salgueiro. Mesmo assim, considera que é necessário fazer alguns reparos na organização.

Para Carlos Salgueiro estes concursos “honram os criadores”, que apesar das dificuldades que atravessam, “não descuraram na qualidade dos animais”.