sergio-batista-1 

O motociclista Sérgio Batista conseguiu um lugar alto no Campeonato Nacional de Open de Velocidade, ao conseguir o 5º lugar, seguindo-se depois um “honroso” 15º lugar no Europeu em Portimão, o que lhe garantiu pontuar pela primeira vez ao mais alto nível.

Ao volante da sua Kawasaki 600, o piloto famalicense esteve três meses ausente, por motivos técnicos, conseguiu rodar com toda a potência no regresso, apesar de não ter treinado como desejava. Apesar disso, o balanço, apesar de todos os contratempos, foi positivo.

Depois de em 2007/2008 rodar numa Honda 600, Sérgio Batista aventurou-se este ano numa mota completamente diferente, embora da mesma cilindrada, tanto a nível técnico como postura.

No campeonato nacional, o famalicense conseguiu o 2º lugar na primeira prova do Estoril e o primeiro na segunda prova em Braga. Na terceira prova, teve uma queda aparatosa, lesionando-se nas costas, com uma contractura nos discos, e uma fractura na mão e num dedo.

Em Portimão, ainda a sofrer com algumas dores nas costas, não foi além do 8º lugar com a sua mota a ter bastantes falhas, devido a problemas mecânicos.

Na 5ª prova deslocou-se ao Estoril sem poder sequer participar, já que a Kawasaki não estava nas melhores condições.

Ele e o seu manager (pai) resolvem, a convite de uma equipa KMS kawasaki, experimentar pela primeira vez na prova que é a classe rainha numa Kawasaki 1000 ao lado de grandes pilotos como Rui Reigoto, José Leite e Luis Carreira entre muitos outros bons pilotos. Consegue o quarto lugar em ambas as mangas.

O piloto aproveita para agradecer aos patrocinadores, familiares e fãs que o apoiaram este ano de 2009.