O presidente do Comité Internacional de Museus Literários, Lothar Jordan, o presidente da Federação Francesa de Casas de Escritores, Jean-Claude Ragot, a presidente da Associação Espanhola de Casas-Museu, María Teresa Piñeiro Miras, e o presidente da Associação Portuguesa de Museologia, João Neto, são alguns dos convidados que vão participar no I Encontro Internacional de Casas-Museu, que vai decorrer em Vila Nova de Famalicão nos próximos dias 30 e 31 de Outubro. A iniciativa, pioneira em Portugal, vai reunir, ao todo, perto de 30 especialistas entre directores e representantes de casas-museu de Portugal, Brasil, França e Espanha.
Subordinado ao tema “As Casas-Museu: Do Passado aos Novos Desafios”, o encontro promovido pela Câmara Municipal de Famalicão, através da Casa-Museu de Camilo Castelo Branco, vai decorrer no Centro de Estudos Camilianos, uma unidade de investigação literária, situada junto à casa do escritor de S. Miguel de Seide, e tem como principal objectivo promover a reflexão e o debate em torno de alguns dos principais desafios que hoje se colocam às casas-museu no que diz respeito à gestão, administração, dinamização e valorização cultural e científica.
Para o director da Casa de Camilo, Aníbal Pinto de Castro, “um dos grandes méritos deste encontro internacional, prende-se com o facto de se conseguir reunir, pela primeira vez em Portugal, os representantes das principais associações europeias que melhor trabalho têm desenvolvido em torno das casas de escritores e do valioso património literário que lhes está confiado”. E acrescenta: “Ao agregar no mesmo encontro docentes universitários das áreas da Museologia e das Ciências da Informação e directores e profissionais de diversas casas-museu internacionais estamos a contribuir, de forma decisiva, para redimensionar o papel que as Casas de Escritores têm no universo das restantes instituições culturais portuguesas e europeias”.
Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de Famalicão, Armindo Costa, afirma que “a realização deste encontro internacional com a presença de um leque tão variado e importante de personalidades ligadas à museologia e às ciências documentais vem reforçar ainda mais a importância da Casa de Camilo no conjunto das suas congéneres portuguesas e europeias, sendo mais um factor de internacionalização do Museu de Seide”.
O autarca lembra ainda que depois de ter recebido, em 2006, o Prémio de Melhor Museu Português e de ter sido, este ano, nomeada para o Prémio de Melhor Museu da Europa, a Casa-Museu de Camilo “continua a marcar passo, destacando-se no panorama cultural internacional”.
 
LUGARES DE MEMÓRIA
 
O Encontro Internacional tem início no próximo dia 30, pelas 10h00, com a sessão de abertura, que contará com as presenças da Delegada Regional de Cultura do Norte, Helena Gil, do Presidente da Associação Portuguesa de Museologia, João Neto e do Director do Instituto Dos Museus e da Conservação entre muitos outros.
Pelas 14h30 terá início o primeiro debate dedicado ao tema “Os Lugares de Memória: do Conceito à Experiência”, que contará então com as participações do Presidente do Comité Internacional de Museus Literários, Lothar Jordan, e dos responsáveis pelas associações de casas de escritores em França e Espanha, Jean-Claude Ragot e María Teresa Piñeiro Miras, para além de representantes do Paço Ducal de Vila Viçosa e da Casa Museu de José Régio. Na segunda parte do debate irão intervir o representante da Casa de Camilo, José Manuel Oliveira e os responsáveis das Casas Museu de Rui Barbosa, de Eva Klabin, e de Rosalía de Castro, do Brasil e da Galiza, respectivamente.
No dia 31, de manhã, o tema do debate será a “Organização e Uso da Informação: Práticas e Públicos” e terá como convidados académicos provenientes das Universidades do Porto e Coimbra. À tarde irá discutir-se a temática “Preservar e Fazer Sentir o Património”, também com a presença de académicos da Universidade do Porto e da Universidade Nova de Lisboa. O escritor Vasco de Graça Moura irá encerrar o evento, a partir das 16h30.
Os interessados em participar no encontro podem solicitar mais informações por telefone aos serviços educativos da Casa de Camilo através do 252309750, ou consultar o programa no site www.camilocastelobranco.org.
 
I Encontro Internacional de Casas-Museu
As Casas-Museu. Do passado aos novos desafios
30 e 31 de Outubro de 2008
Casa de Camilo – S. Miguel de Seide – Vila Nova de Famalicão
Programa
 
Dia 30 de Outubro | Quinta-feira
 
10h00 – Sessão de abertura
Aníbal Pinto de Castro (Director da Casa de Camilo – Museu . Centro de Estudos)
Jorge Fernandes Alves (Presidente do Conselho Directivo da Faculdade de Letras do Porto)
Manuel Bairrão Oleiro (Director do Instituto dos Museus e da Conservação)
Paula Menino Homem (Vogal da Direcção do Comité Internacional dos Museus – Portugal)
João Neto (Presidente da Associação Portuguesa de Museologia)
Helena Gil (Delegada Regional de Cultura do Norte)
Armindo Costa (Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão)
11h00 – Pausa para café
11h30 – Intervenção Inaugural
Clara Camacho (Subdirectora do Instituto dos Museus e da Conservação) – Casas-Museu em Portugal: uma panorâmica, uma reflexão
14h30 – 1.º Painel: Os Lugares de Memória: Do conceito à experiência (1.ª Parte)
Moderadora: Maria de Jesus Monge (Paço Ducal de Vila Viçosa)
António Ponte (Casa de José Régio) – Casas-Museu em Portugal: Teorias e Práticas 
Lothar Jordan (International Committee for Literary Museums of The International Council of  Museums) – Uniting Tangible and Intangible Heritage: House Museums and Literature
Jean-Claude Ragot (Fédération des Maisons d’ Écrivains et des Patrimoines Littéraires, França) – Les maisons d’écrivains oú la littérature incarnée
María Teresa Piñeiro Miras (Associación de Casas-Museo y Fundaciones de Escritores, Espanha) – Las Casas-Museo y Fundaciones de Escritores en España: ACAMFE
16h00 – Debate
17h00 – 1.º Painel: Os Lugares de Memória: Do conceito à experiência (2.ª Parte)
Moderadora: Maria Antónia Matos (Museu Nacional do Azulejo, Portugal)
José Manuel Oliveira (Casa de Camilo) – Casas de Escritores: uma realidade a renovar
Jurema Sekler (Museu Casa de Rui Barbosa, RJ, Brasil) – Museu Casa de Rui Barbosa: Desafios e estratégias
Márcio Doctors (Casa-Museu Eva Klabin, RJ, Brasil) – Projecto Respiração, uma experiência de arte contemporânea na Fundação Eva Klabin
Helena Villar Jañeiro (Casa-Museo Rosalía de Castro, Galiza, Espanha) – A Casa de Rosalía de Castro: Reconstrución dun lugar de Memoria
18h30 – Debate
19h00 – Encerramento
21h30 – Sarau
 
Dia 31 de Outubro | Sexta-feira
09h30 – 2.º Painel: Organização e Uso da Informação: Práticas e Públicos (1.ª Parte)
Moderador: Armando Coelho (Faculdade de Letras do Porto)
Helena Maria Santos (Universidade do Porto) – Público no museu: resultados preliminares de um estudo de caso
Fernanda Antunes Ribeiro (Universidade do Porto) – Organização e uso da informação: conhecer bem para bem representar
Inês Sarmento – Museus e Públicos: Uma análise comparativa em três museus portugueses
10h30 – Debate
11h30 – 2.º Painel: Organização e Uso da Informação: Práticas e Públicos (2.ª Parte)
Moderador: Aníbal Pinto de Castro (Casa de Camilo – Museu . Centro de Estudos)
Maria Rosário Pericão (Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra) – Casas-Museu e Bibliotecas
Armando Malheiro da Silva e Zeny Duarte (Universidade do Porto) – Os médicos e a cultura: apresentação do estudo crítico e do portal acerca da vida, obra e arquivos de médicos de Portugal e Bahia – Brasil
12h15 – Debate
14h30 – 3.º Painel: Preservar e Fazer Sentir o Património
Moderador: Armando Malheiro da Silva (Universidade do Porto)
Raquel Henriques da Silva (Universidade Nova de Lisboa) – Sobre a psicologia das Casas-Museu
Marta Rocha Moreira (Universidade do Porto) – Da casa ao museu: mecanismos de reapropriação
Paula Menino Homem (Universidade do Porto) – Materiais, vivências e riscos: a importância das percepções
15h30 – Debate
16h30 – Sessão de encerramento
Vasco de Graça Moura (Escritor)
Aníbal Pinto de Castro (Director da Casa de Camilo – Museu . Centro de Estudos)
Armindo Costa (Presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão)
 17h00 – Visita à Casa de Camilo – Museu.
Inauguração da Exposição “Anónimo Transparente – Uma interpretação gráfica de Fernando Pessoa” do cartonista argentino Hermenegildo Sábat