Select Page

Faleceu padre Armindo

Faleceu padre Armindo

O padre Armindo da Silva Gomes faleceu, esta tarde, na unidade deVila Nova de Famalicão, do Centro Hospitalar do Médio Ave.

O sacerdote, de 90 anos, que esteve 50 anos à frente da paróquia de Santiago de Bougado, ficará em câmara ardente, na Capela Mortuária de Santiago, hoje e amanhã, e no domingo, pelas 10.30 horas será rezada uma missa de corpo presente, na Igreja Matriz, celebrada pelo administrador apostólico do Porto, D. Pio Alves.

Pelas 15 horas do mesmo dia, haverá outra missa, desta vez em Covelas, terra Natal de Armindo Gomes, onde, em princípio, será sepultado.

Visto pela paróquia como um homem “muito responsável e atento”, Armindo Gomes fez um longo trabalho em Santiago de Bougado, com os restauros que realizou na Igreja Matriz de Santiago de Bougado e pelas recuperações das capelas de Nossa Senhora do Desterro, de Nossa Senhora da Livração e de S. Gens, a imagem do Cristo Rei em Lantemil, entre muitas outras intervenções em toda a paróquia. O monumento em homenagem a Nossa Senhora da Alegria e o escadório de S. Gens são duas das muitas outras obras que confirmam o trabalho do pároco em prol de Santiago de Bougado.

Em 2009, Armindo Gomes celebrou 60 anos de sacerdócio e três anos depois 50 anos de serviço à paróquia de Santiago.

Nos últimos discursos que fez à paróquia, Armindo Gomes reiterou o desejo de a ver transformada num “Bougado grande”, expressões do sacerdote que ficará eternizada: “Bougado fé. Bougado humildade. Bougado valentia. Bougado perseverança. Se assim fordes, continuais a ter o direito a ser chamados de Bougado grande, que há-de ser, e oxalá que seja, ainda maior”.

Videos

Loading...

Siga-nos

1ª página da edição papel

Este site utiliza cookies para lhe oferecer uma experiência mais personalizada. Ao navegar está a permitir a sua utilização