quant
Fique ligado

Região

Fábrica do Livro promove literatura, celebra a lusofonia e apoia inclusão social

E se livros serão os protagonistas maiores, haverá outros motivos para não faltar a este evento, num espaço que vai celebrar a lusofonia – com a presença de Xanana Gusmão -, ajudar uma associação e promover outras manifestações culturais, como o teatro e a música. A entrada é gratuita.

Publicado

em

A Fábrica de Santo Thyrso transforma-se numa Fábrica do Livro, no próximo fim de semana, 5 e 6 de novembro. E se livros serão os protagonistas maiores, haverá outros motivos para não faltar a este evento do E.Leclerc Lordelo-Guimarães, num espaço que vai celebrar a lusofonia – com a presença de Xanana Gusmão -, ajudar uma associação e promover outras manifestações culturais, como o teatro e a música. A entrada é gratuita.

As tardes de sábado e domingo podem ser bem preenchidas num só local. A nave cultural da Fábrica de Santo Thyrso celebrará a literatura e outras artes, numa iniciativa que pretende afirmar-se no panorama cultural da região.

Escritor Richard Zimler

Argumentos não faltarão, logo a começar pelo padrinho do evento, Richard Zimler, que marcará presença no sábado, às 16h15, para a apresentação dos mais recentes livros, “Aldeia das Almas Desaparecidas I – A Floresta do Avesso” e “A Cegonha Sem Vergonha”.

Na passadeira das apresentações literárias também passam Nuno Nepomuceno, às 17h10, com os livros da Série Afonso Catalão e a reedição de “A Espia do Oriente”, que celebra dez anos de carreira do escritor.

Às 16h00, a poeta, escritora, artista plástica e curadora moçambicana Sónia Sultuane lança “Roda das Encarnações”, num momento que confirma a vocação deste evento para a promoção da lusofonia, que se estenderá por outras iniciativas, entre as quais a atuação musical de Maestro Gorsy Edu, no arranque do evento, que será seguida do lançamento do livro “Mutilação Genital Feminina”, do embaixador da Guiné Equatorial Tito Mba Ada.
Segue-se M.G. Ferrey, que traz ao evento o novo livro da série Aquorea, “Shore Desvendado”, uma sugestão de literatura fantástica e o segundo livro da autora.

Pelas 18h20, entra em cena António Raminhos, não para um espetáculo de comédia, mas para uma tertúlia, que servirá igualmente para apresentar o livro “Somos Todos Estranhos – Até Percebermos que Isso é Normal”.
Já no domingo, o ex-futebolista e guarda-redes Helton vai marcar presença na qualidade de embaixador da Liga Portugal para uma hora do conto, com apresentação do livro “O Mundo d’O Ligas”, que será animada por três mascotes de clubes portugueses, a partir das 15h00.
E na onda das ações direcionadas para os mais pequenos, às 16h30, Nuno Caravela apresenta os livros da bem-sucedida coleção “O Bando das Cavernas”.

Pedro Chagas Freitas também é um dos autores convidados e estará na Fábrica às 17h30, para apresentar o mais recente livro, “A Raridade das Coisas Banais”.
O evento termina com a apresentação de duas obra que tem ADN tirsense. “Teletrabalho – Princípios e ferramentas práticas do trabalho remoto”, que é co-assinado pelo escritor de Vila das Aves Fernando Moreira, é dado a conhecer ao público às 18h30.
Em parceria com a Editorial Novembro, o E.Leclerc promoveu um Prémio Literário e Ilustração Infantojuvenil “A Fábrica do Livro”, que teve como vencedor João Pedro Bernardo, com a obra “O que esconde a barriga da cobra”. O autor vai receber o prémio na tarde de sábado e apresentar a história.

Uma Fábrica do Livro solidária e que celebra a lusofonia

A Fábrica do Livro tem como temática a CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, com o objetivo de promover a lusofonia através da literatura, arte e cultura. Xanana Gusmão, primeiro presidente eleito de Timor-Leste, também marcará presença no evento. Além disso, também terá cariz social, já que parte das vendas de livros e jogos reverterá para a Associação para o Planeamento da Família (APF), que tem como missão “ajudar as pessoas a fazerem escolhas livres e informadas sobre a sua vida sexual e reprodutiva e promover a parentalidade positiva”.
“Promover a literatura, principalmente nos mais novos, assim como a escrita através de prémios literários e da presença de autores locais e dar a conhecer diferentes países e culturas”. Assim resume Fabrice Lachize, administrador do E.Leclerc de Lordelo, o objetivo d’A Fábrica do Livro.
Além do mercado do livro e das apresentações literárias, há sessão de autógrafos, com Raquel Garcez Pacheco, Olinda Beja, Manuel Forno, Ricardo Ribeiro, Rui Marcelino/Daniel Goose, Eugénio Bezerra, Eusébio André e Maria Alice Medina, todos no sábado.
O teatro também vai encher a nave da Fábrica de Santo Thyrso, graças à Companhia de Teatro de Santo Tirso, que apresentará as peças “Baú dos Malvados”, no sábado, às 14h00, e “Abraços”, às 18h00 de domingo.
No evento também haverá pinturas faciais, magia modelagem de balões e um caricaturista.

Prepare-se para a Fábrica do Livro, com as obras em destaque

Continuar a ler...

Região

Comandante dos “bombeiros amarelos” eleito comandante da zona 3 do setor operacional do Porto

Publicado

em

Por

Vitor Pinto, comandante dos Bombeiros Voluntários Tirsenses, foi eleito comandante da zona 3 do setor operacional do Porto, da qual fazem parte os corpos de bombeiros dos concelhos de Povoa de Varzim, Vila do Conde, Santo Tirso e Trofa.
Esta estrutura ainda está em fase embrionária de implementação e resulta da intenção da criação do Comando Nacional de Bombeiros por parte Liga dos Bombeiros Portugueses .

Recentemente a Liga aprovou a criação de zonas e setores operacionais de bombeiros, reiterando a oposição à integração na nova estrutura da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

Vítor Pinto é comandante dos Bombeiros Voluntários Tirsenses desde dezembro de 2020.

Engenheiro de Proteção Civil, é chefe de equipa nos bombeiros do Aeroporto Francisco Sá Carneiro, Vítor Pinto é bombeiro nos “amarelos” desde 1996, com promoções a oficial bombeiro em 2011, a segundo comandante em 2014 e comandante em 2020.

Continuar a ler...

Região

Porto é o Melhor Destino Cidade do Mundo 2022 em turismo

Publicado

em

Por

O público votou e o galardão está entregue: o Porto foi considerado o Melhor Destino de Cidade do Mundo 2022. O reconhecimento foi entregue esta sexta-feira à noite, na cerimónia dos World Travel Awards, em Mascate, Omã.

O Porto deixou para trás as cidades mexicanas de Acapulco, Cancún e Mazatlán; Bogotá, na Colômbia; Quito, no Equador; a sul-africana Cidade do Cabo; a queniana Nairobi; o Dubai, nos Emirados Árabes Unidos; as norte-americanas Las Vegas, Miami e Nova Iorque; Hanoi, (Vietname), Hong Kong (China), as australianas Melbourne e Sydney, além da neo-zelandesa Queenstown; Londres, Lyon, Marraquexe, e a cidade de Lisboa.

A cerimónia de entrega dos prémios, considerados os “óscares” do Turismo, reuniu a presença dos principais decisores, figuras de relevo e destaque do setor, assim como influenciadores e a comunicação social especializada.

As votações para os World Travel Awards estiveram abertas ao público até 20 de outubro, numa corrida em que o Porto ainda concorria como Melhor Destino de Cidade Patrimonial do Mundo. Antes disso, a cidade Invicta já havia sido vencedora nas vertentes regionais do concurso, assumindo a distinção de Melhor Destino de Cidade da Europa.

Os World Travel Awards cobrem todo o espectro da indústria de viagens e turismo, desde hotéis, resorts e destinos a companhias aéreas e operadoras de turismo de todo o mundo, sendo reconhecidos globalmente como marca de excelência.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);