quant
Fique ligado

Ano 2010

Expulsão no início “matou” o jogo

Publicado

em

O vermelho directo a Miguel aos cinco minutos da partida condicionou a exibição da equipa do S. Romão no jogo de estreia do campeonato, que acabou por perder frente aos Lusitanos. José Mamede admitiu que não estava nas suas “previsões” perder este jogo.

Este fim-de-semana vários romanenses deslocaram-se ao Campo Carlos Alves, para assistirem à estreia da equipa de José Mamede no campeonato da 2ª Divisão da Associação de Futebol do Porto. Pelas provas de qualidade que o plantel tinha mostrado até então, era esperado um jogo bastante competitivo e dinâmico. Só que uma expulsão logo no início da partida para o lado dos romanenses deitou a perder uma boa performance da equipa. Miguel viu o vermelho directo aos cinco minutos de jogo, devido a uma cotovelada no peito do seu opositor, durante uma disputa aérea de bola.

O conjunto liderado por José Mamede teve que redobrar os seus esforços para conseguir ocupar os espaços em campo e conseguiu equilibrar a contenda na primeira parte.

Sem se registarem muitas tentativas de finalização por parte dos visitantes, a sorte estava do lado dos Lusitanos e a caminho dos 40 minutos Sandro conseguiu o primeiro golo da tarde, num remate forte que Hugo não conseguiu travar.

Na ida para o intervalo, a equipa vermelha mostrava-se revoltada com a equipa de arbitragem, pelo que a reentrada em campo foi marcada pela perda de dinamismo do grupo de S. Romão. Prova disso foi a confusão que gerou o segundo golo, com Hugo e Hélder a tentarem receber a mesma bola, mas a falta de comunicação fez com que nenhum a dominasse e esta acabou por entrar nas redes de Hugo, depois de um “empurrãozinho” de Paulo.

O jogo parecia já estar perdido, pelo que José Mamede apostou no tudo por tudo e fez entrar três reforços para o sector ofensivo, perto dos 60 minutos. Ainda se gerou uma oportunidade de perigo para as redes do visitante, quando, do lado esquerdo, Ferraz centrou a bola para o segundo poste, onde Vilaça cabeceou para fora.

Publicidade

O resultado do jogo fechou-se aos 86 minutos, com um golo de Lopes, que progrediu pelo flanco direito, sem contenção, até finalizar com êxito.

Quem não mata, morre!”

O treinador do S. Romão referiu que não tinha nas suas previsões “perder este jogo”. “No entanto, com um lance que dá a expulsão a um jogador meu aos cinco minutos, tudo fica mais complicado. Com dez, tentámos colmatar essa lacuna e ainda tivemos duas oportunidades para marcar o golo, mas não conseguimos”, frisou.

O técnico utilizou a célebre expressão do “quem não mata, morre” para explicar o desaire. “E como não marcámos, acabámos por sofrer três golos ingénuos. Mas costuma-se dizer que para se continuar bem é preciso começar mal e acredito que isso vá acontecer”, finalizou José Mamede.

Já o treinador dos Lusitanos, Marco Aleixo, afirmou que o objectivo na viagem a S. Romão era o triunfo: “Já vínhamos com o intuito de ganhar os três pontos e depois da expulsão isso ainda ficou mais fácil. Depois tentamos facturar o mais cedo possível para controlar o jogo e tentar pôr de lado a natural ansiedade de um início de campeonato”, referiu o treinador Lusitano.

 

Resultados da 1ª jornada

Publicidade

S.Romão 0-3 Lusitanos

Gondim 0-0 Vitrine

Pedroso 3-0 Cerco do Porto

Progresso 2-1 Inter Milheirós

Vila 2-0 Ramaldense

Vilar Pinheiro 1-3 Guilhabreu

Sporting Cruz 3-0 Pasteleira

Publicidade

Rio Tinto 3-2 Torrão

Águas Santas (adiado) Boavista

 

Próxima Jornada (19/09/2010)

Inter Milheiros-S. Romão

Cerco do Porto-Gondim

Boavista-Pedroso

Publicidade

Lusitanos-Águas Santas

Ramaldense-Progresso

Guilhabreu-Vila

Pasteleira-Vilar Pinheiro

Torrão-Sporting Cruz

Atlético Vilar-Rio Tinto

Folga: Vitrine

Publicidade

 

Classificação

  1. Lusitanos – 3

  2. Pedroso – 3

  3. Sporting Cruz – 3

  4. Guilhabreu – 3

  5. Vila – 3

  6. Rio Tinto – 3

  7. Progresso – 3

  8. Vitrine – 1

  9. Gondim – 1

  10. Águas Santas – 0

  11. Boavista – 0

  12. Atl. Vilar – 0

  13. Torrão – 0

  14. Inter Milheirós – 0

  15. Vilar Pinheiro – 0

  16. Ramaldense – 0

  17. Pasteleira – 0

  18. Cerco Porto – 0

  19. S. Romão – 0

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2010

Tradição de porta em porta

Publicado

em

Por


O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado mantém viva, ano após ano, a tradição de cantar as janeiras de porta em porta, levando o folclore da região a todas as casas.

(mais…)

Continuar a ler...

Ano 2010

Arte em quatro rodas

Publicado

em

Por

Francisco Maia tem uma oficina de restauro diferente: recupera automóveis antigos há mais de 20 anos.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também