A Câmara Municipal da Trofa e a Federação de Associações de Pais da Trofa (FAPTROFA) assinaram um protocolo que assegura o fornecimento das refeições escolares a mais de dois mil e 300 alunos do ensino básico e pré-primário do concelho. Numa nota enviada à comunicação social, a autarquia explicou os moldes deste acordo que delega na FAPTROFA “as funções de zelar pelo bom funcionamento das instalações e equipamentos, assim como avalia as ementas, semanalmente”.

Por seu lado, a Câmara Municipal está responsável pela aquisição das refeições “saudáveis”, através de um “controlo directo na gestão do fornecimento” dos alimentos, feito com “acompanhamento local”. Desenvolve ainda “acções de formação” de higiene e segurança alimentar para os cozinheiros das cantinas das escolas.

Na nota ainda se pode ler que “será ainda autarquia, através, do pelouro da educação, técnica nutricionista que dará apoio técnico na elaboração das ementas”.

Com este protocolo a Câmara “procura proporcionar a todos os alunos uma alimentação saudável, de qualidade e variada”.

A ementa elaborada em conjunto com a técnica nutricionista seguirá “um protocolo nutricional” para as crianças do ensino básico, dando preferência aos legumes e frutas.