Imagem de Arquivo

Durante uma semana, a Trofa vai transformar-se na capital da lusofonia. O VII Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil decorre de 7 a 14 de maio, na Casa da Cultura da Trofa, e reúne num só espaço escritores e ilustradores lusófonos, numa iniciativa em que a língua portuguesa será rainha. A Casa da Cultura vai ainda acolher exposições, encontros com escritores, concertos, palestras, formações e a XI Feira do Livro da Trofa.

O Encontro Lusófono tem inauguração marcada para o dia 7 de maio, pelas 21.30 horas, na Casa da Cultura. A edição deste ano começa com o Concerto “Private 2(oo)1 – Tempo de bichos: as 70 vidas do poeta Arménio Vieira” por Mito Elias & Majina Trio. Após o espetáculo decorrerá o lançamento do livro “Amílcar, o consertador de búzios calados”, conto vencedor em 2010 do Concurso Lusófono da Trofa – Conto Infantil – Prémio Matilde Rosa Araújo e a entrega do Prémio “Melhores leitores da biblioteca da Casa da Cultura da Trofa 2010”.

 Com a abertura da edição deste ano do Encontro serão também inauguradas as exposições “Seis Búzios Calados”, dos alunos do curso de Artes Visuais da Escola Secundária da Trofa, “Artesanato de S. Tomé e Príncipe” cedida pelo Consulado de S. Tomé e Príncipe e a exposição de ilustração do livro “Amílcar, o consertador de búzio calados” de Ana Justo.

O segundo dia do Encontro fica marcado por vários espetáculos. Pelas 15.30 horas, sobe ao palco a Escola Passos de Dança e o grupo Alvadance. Pelas 17 horas, será apresentado o Plano Concelhio de Animação da Leitura. Pelas 21 horas, será dado a conhecer o livro de poesia “Algo sobre mim, algo sobre nós”, de António Silva.

Ao longo de todo o Encontro Lusófono vão decorrer vários encontros entre escritores e os alunos das escolas do concelho. Nomes como Adélia Carvalho, Nuno Higino e Álvaro Magalhães fazem parte da lista de autores que os jovens vão ter a oportunidade de conhecer. “A autarquia promove estes encontros de forma a possibilitar um contacto estreito com a cultura lusófona e com alguns dos autores que estudam nas salas de aula”, explicou fonte da Câmara Municipal. Os alunos vão ter também a oportunidade de ouvir dois contadores de histórias: Thomas Bakk (Thomastórias) e a Ilda Oliveira.

A edição do Encontro Lusófono, deste ano, propõe novas ações de formação e palestras relacionadas com a literatura portuguesa.

A animação das noites ao longo de todo o Encontro Lusófono ficará a cargo dos agrupamentos escolares do concelho.

A edição do VII Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil chega ao fim no dia 14 de maio, pelas 21.30 horas, com um concerto do Coro da Misericórdia de Santo Tirso e pelo Grupo Coral da Associação dos Portos do Douro e Leixões, intitulado Paisagens Lusófonas.

Em simultâneo com o VII Encontro Lusófono de Literatura Infanto-Juvenil, a Casa da Cultura da Trofa recebe também a XI edição da Feira do Livro da Trofa que decorrerá de 7 a 14 de maio.

Os jardins da Casa da Cultura abrem assim, as suas portas a mais uma edição deste certame, onde todos os visitantes poderão ficar a par de todas as novidades da literatura infanto-juvenil.

De recordar que a autarquia trofense procura, com esta iniciativa, “desenvolver hábitos de leitura, bem como fomentar o intercâmbio entre os países de língua oficial portuguesa, valorizando a cultura lusófona”.

 

{fcomment}