As marchas de S. Pedro da Maganha voltaram a encher de curiosos o parque Nossa Senhora das Dores para ver a indumentária e as coreografias preparadas para as festas deste ano do santo popular.

À semelhança de outras edições, a Junta de Freguesia de Santiago de Bougado escolheu este grupo para animar a noite de sábado na ExpoTrofa e a aposta foi um sucesso. Milhares de pessoas encheram o recinto, onde cerca de 80 marchantes mostraram o que de melhor se faz no lugar da Maganha.

Enquanto Paulo, de 14 anos, está nestas andanças há metade da vida, Patrícia, com 10 anos, só começou a dançar nas marchas há dois. Orgulhosa por envergar um “vestido de princesa”, a menina gosta mais “das luvas” e não acha as danças “nada complicadas”.

António Azevedo, presidente da Junta de Freguesia de Santiago de Bougado, acompanhou de perto a actuação das marchas e confirmou a aposta feita no grupo que “traz sempre muita gente”. O autarca considera, inclusive, que é a freguesia bougadense que “mais pessoas traz à ExpoTrofa” à excepção do município.

Relativamente ao certame, o presidente sublinhou que “tem que continuar”. “A ExpoTrofa é uma forma de convívio e de relacionamento entre as associações do concelho, uma forma de estas ganharem dinheiro e de as empresas mostrarem aquilo que têm”, atestou.

O autarca considera que a vida “não pode ser só trabalho” e que “a Câmara e as Juntas devem patrocinar estes momentos inter-geracionais”

Com a notícia da deslocalização da ExpoTrofa, devido às obras de requalificação do parque, António Azevedo referiu que Santiago de Bougado “tem um espaço magnífico” para receber o evento: o Souto de Bairros. Este será, aliás, o local onde a Junta vai promover o “Bougado em Festa” durante três dias, 27, 28 e 29 de Agosto, com a festa do melão, da cerveja e a feira à moda antiga.