Depois de estar a perder, o Bougadense conseguiu amenizar a exibição fraca de alguns atletas com o empate conseguido na segunda parte e com golo apontado por João Paulo.

  Já sem José Olgário na presidência, o Bougadense cedeu um empate caseiro diante o Sousense, por uma bola a zero, num jogo que não vai deixar saudades. A pobreza de lances ofensivos e as paragens sucessivas afectaram o espectáculo que se salvou nos golos e na intervenção de Vila Cova na grande penalidade assinalada logo aos 10 minutos de jogo.

A inauguração do marcador apenas foi adiada, já que aos 21 minutos, na sequência de um pontapé livre descaído para o flanco esquerdo, o avançado do Sousense, Paulinho surpreendeu o guarda redes bougadense ao rematar para o fundo da redes.

Este golo castigou a apatia dos atletas de Santiago de Bougado, que reagiram à desvantagem com um período ofensivo infrutífero, graças à falta de pontaria de Lírio num cabeceamento e à prestação de Ivo, que evitou o golo de Paulinho, aos 35 minutos.

Ainda antes do intervalo a equipa caseira reclamou uma grande penalidade sobre João Paulo, mas o árbitro Bruno Santos assim não o entendeu.

A perder, o técnico Renato Pontes, com o intuito de dar maior dinâmica à ofensiva da equipa, colocou dentro de campo Serginho, abdicando do médio Pinto, no reatamento da partida.

O avançado não demorou muito a mostrar serviço num remate ao lado da baliza do Sousense, depois de uma excelente jogada de entendimento com Paulinho.

Mais clarividente no contra-ataque, o Sousense respondeu por intermédio de Fredy, que isolado rematou ao poste da baliza defendida por Vila Cova.

A qualidade técnica de Serginho pôs a "cabeça em água" aos defesas adversários que viram, pouco tempo depois, a igualdade ser reestabelecida por intermédio de João Paulo, aos 72 minutos.

Na busca da vitória, o Bougadense quase deitava tudo a perder, quando Paulinho do Sousense, frente a frente com Vila Cova, rematou desajeitadamente quando estava em excelente posição para marcar.

Mesmo sobre o apito final, os forasteiros reclamaram com o árbitro da partida, por este ter assinalado uma falta no ataque do Sousense, quando Paulinho já se preparava para bisar.

 

Renato Pontes: "Alguns jogadores estiveram àquem daquilo que já demonstraram"

Insatisfeito com a prestação da equipa, Renato Pontes foi bastante crítico com o desempenho de alguns atletas: "estou muito surpreendido, porque o Bougadense não foi equipa. Em termos de reacção à desvantagem, alguns jogadores estiveram muito longe daquilo que têm demonstrado até agora".

Pontes assumiu que a equipa "esteve apática nos primeiros 20 minutos de jogo, teve uma ligeira reacção ao golo do adversário, mas sem nunca impor o domínio no jogo, como tem feito nos jogos em casa".

Na segunda parte tentou rectificar o sector ofensivo com a entrada do Serginho. "Reagimos, apesar de não de forma consistente e tivemos um período em que poderíamos ter feito o golo da vitória, embora não fosse justo. O resultado aceita-se atendendo ao que o Sousense fez ao longo da partida", referiu o técnico.

Cautela é a palavra chave para a próxima jornada em Ermesinde, num jogo que vai colocar o Bougadense em confronto com o "lanterna vermelha".

"Eu tenho algum receio destes encontros, porque a responsabilidade é toda nossa. E está claro que se o Bougadense quiser vencer terá que fazer muito mais do que fez hoje (domingo)".

Já Serginho, técnico do Sousense, considerou pouco o empate conseguido em Santiago de Bougado, mas assumiu que a sua equipa "foi castigada pela ineficácia ofensiva. O Sousense foi sempre superior ao adversário, só que foi infeliz na finalização". Contudo o treinador revalidou a confiança nos atletas e na concretização do objectivo máximo para a época, que é a manutenção.

Bougadense na zona de despromoção

Cinco derrotas, quatro empates e três vitórias. Estes são os resultados que colocam o Bougadense no décimo quinto lugar da tabela classificativa, primeiro da zona de despromoção. A equipa comandada por Renato Pontes tem 13 pontos, os mesmos que Sousense e Senhora da Hora. Com um "goal average" negativo, o conjunto bougadense apenas festejou golo 14 vezes e já viu o esférico entrar na sua baliza por 21 ocasiões.

 

Renato Pontes afirma que ordenado "é justo"

Na Assembleia geral extraordinária, na qual resultou na saída de José Olgário, alguns directores do clube afirmaram que não há disponibilidade financeira para pagar o ordenado de Renato Pontes. Relativamente a este facto, o técnico referiu que foram cometidas "algumas inverdades" e que p que disseram a seu respeito não foi justo: "o meu ordenado é ajustado e está ao nível do ordenado que o Bougadense pagava aos treinadores do ano passado e há dois anos".

 

Jogo: Parque de Jogos da Ribeira

Bougadense: Vila Cova, Mó, Virgílio, Lírio, Roberto, Ricardo Sá, Alexis, Pinto (Serginho 45'), Paulinho (Marino 61'), João Paulo e Flávio

Treinador: Renato Pontes

Sousense: Ivo, Salvador, Zé Augusto, Nelson, Viana (Pedrito 62'), Bruno Cunha, Fernandes, Diogo, Fredy (81'), Paulinho e Timóteo

Treinador: Serginho

Árbitro: Bruno Santos, auxiliado por Tiago Barbosa, José Oliveira e Rui Gonçalves

Cartões Amarelos: Virgílio (11'), Mó (17'), Fredy (42'), Salvador (75'), Ricardo Sá (85') e Zé Augusto (87')

Marcadores: Paulinho (18') e João Paulo (72')

Resultado ao intervalo: 0-1

Resultado final: 1-1

 

 

Resultados 12ª jornada

Sra Hora 2-0 Pedrouços

Alpendorada 2-2 Candal

Coimbrões 4-1 Arcozelo

Perosinho 2-0 Vilanovense

Perafita 0-1 Ataense

Canidelo 2-1 Valonguense

Avintes 2-1 Várzea Douro

Rio Tinto 1-1 Ermesinde

Bougadense 1-1 Sousense

 

Classificação

  1. Coimbrões – 30 pontos

  2. Alpendorada – 29 pontos

  3. Candal – 24 pontos

  4. Arcozelo – 22 pontos

  5. Valonguense – 21 pontos

  6. Ataense – 20 pontos

  7. Rio Tinto – 18 pontos

  8. Avintes – 15 pontos

  9. Perosinho – 15 pontos

  10. Pedrouços – 15 pontos

  11. Perafita – 14 pontos

  12. Canidelo – 14 pontos

  13. Sousense – 13 pontos

  14. Sra Hora – 13 pontos

  15. Bougadense – 13 pontos

  16. Vilanovense – 6 pontos

  17. Várzea Douro – 6 pontos

  18. Ermesinde – 1 ponto